Penha

Governo Municipal custeia integralmente transporte dos estudantes universitários de Penha

Governo Municipal custeia integralmente transporte dos estudantes universitários de Penha
Único custo dos estudantes será agora com taxa de manutenção da entidade estudantil. Após oito anos, a prefeitura municipal de Penha voltou a custear integralmente o transporte dos estudantes universitários para instituições de ensino nas cidades vizinhas. Até então, os custos do transporte eram bancadas tanto pela prefeitura quanto pelos estudantes. “Agora o único custo para o aluno será a taxa administrativa da Associação dos Estudantes”, explica a presidente da Associação Municipal de Estudantes de Penha (AMEP) Diana Bittencourt.
No ano passado, cada estudante pagava 60 reais mensais. A taxa da AMEP será de 60 reais por semestre. Uma economia de pelo menos 80%, que vai beneficiar os 177 estudantes filiados a associação. “Muitos universitários são pais e mães de família, outros são de famílias humildes, que já tem um alto custo com mensalidade e livros. Quanto mais acesso à educação as pessoas tiverem, melhores condições nossos cidadãos terão de melhorar sua qualidade de vida, que é o objetivo do poder público”, explica o prefeito Aquiles da Costa, autor da iniciativa.
O prefeito queria a gratuidade total do transporte para estudantes, mas como a empresa de ônibus é contratada pela Associação dos Estudantes, e essa precisa de recursos para garantir sua manutenção, concordou com a aplicação da taxa administrativa. “Isso compete da entidade discutir com seus associados. Da nossa parte, estamos bancando todos os custos com o transporte propriamente dito”, expos o prefeito.
Aquiles também negociou para o ônibus voltar a passar no bairro Santa Lídia, bem como a dívida de 44 mil reais com a empresa Transpenha, deixada pela administração passada. O prefeito fez um apelo para que a empresa colaborasse para ajudar o município, nesse momento difícil em que foram deixadas as contas públicas municipais, e o empresário Francisco Dias, o Nino, sinalizou em abdicar de 50% da dívida, mediante o compromisso do novo prefeito de pagar em dia as parcelas mensais do convênio.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *