Itajaí

Semasa age, preventivamente, para evitar problemas na barragem devido ao alto volume de entulhos arrastados pelo Itajaí-Mirim

Alto volume de chuva requer atenção aqui na foz por influência das marés em preamar que represam toda a carga hidrológica das bacias, sem contar no lixo que também é arrastado pelas correntezas.

Neste domingo (28/05), técnicos do Semasa- Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura precisaram do auxílio de um guindaste para desprender o material que se acumulou na barragem da autarquia, no canal retificado do rio Itajaí-Mirim. Os trabalhos começaram às 13h e só foram finalizados no fim da tarde. De acordo com um engenheiro que trabalhou na operação, os principais materiais retirados da barragem foram: mato, pedaços de bambu, eucalipto e bananeiras, mas também foram identificados lixos como papéis, bitucas de cigarro e até uma bola de futebol. Aproximadamente 10% do montante encontrado no rio foi considerado lixo.

Com a chuva da madrugada, mais entulhos ficaram presos à barragem. Como o Semasa agiu, preventivamente, não houve problemas na operação da barragem do rio Itajaí-Mirim e nem no sistema de abastecimento de água da cidade. Técnicos da autarquia seguem monitorando a situação das chuvas na região e estão de plantão para intervir sempre quando necessário.

Educação ambiental:
Anualmente, o Semasa, juntamente com o Porto de Itajaí, realiza a ação Juntos Pelo Rio. Neste ano, na 6ª edição, foram removidos dos rios Itajaí Açu, Mirim e do rio Gravatá, 3 toneladas de lixos recicláveis e 4 toneladas de lixos não recicláveis.

Fotos: Arquivo

Texto: Luciana Leão – Jornalista/ Assessoria de Imprensa Semasa

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *