Balneário Camboriú

Agente de Alimentação do NEI Iate Clube se classifica em concurso nacional com receita nutritiva

“Eu achei uma delícia”, falou a pequena Carolina Gomes Ruiz, de três anos, do Maternal II C do Núcleo de Educação Infantil (NEI) Iate Clube, sobre a receita “Casca Maluquinha”, servida na refeição do núcleo. O prato foi elaborado pela agente de alimentação, Priscila Facin que está participando da 2ª edição do concurso “Melhores Receitas da Alimentação Escolar” promovido pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O concurso tem como objetivo valorizar o papel de merendeiras e merendeiros e promover a formação de hábitos alimentares saudáveis. Na receita o ingrediente principal é a casca da banana, que é lavada e desfiada no sentido da fibra para ficar parecida com a textura da carne. Casca de abobrinha, cenoura inteira, tomate, cebola, alho e cheiro verde (salsinha, cebolinha e manjericão) colhidos na própria horta da escola, integram a receita que virou prato favorito da criançada. Depois de processados e picados os ingredientes vão para a panela com água até cozinhar e ficar no ponto de ser levado à mesa. “É considerado um prato vegano, porque pode ser substituído pela carne. A casca da banana tem um valor nutritivo até maior do que a própria fruta, podendo ser servida como prato principal. Aqui no Núcleo servimos como complemento e as crianças gostam bastante”, falou Priscila orgulhosa da receita. Existe ainda todo um preparo para servir o alimento. No mural do refeitório, um cartaz com a frase “Hoje é dia de Casca Maluquinha” faz parte do cenário. Priscila se veste com um macacão verde estampado com legumes e frutas, feito especialmente para a hora da refeição. Ela mesma serve os baixinhos proporcionando um momento divertido e prazeroso. Para a diretora do Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação, Marilene Cardoso, os agentes de alimentação fazem parte do processo educativo e pedagógico das crianças, por meio do incentivo à alimentação saudável e nutritiva, sendo esta uma das propostas da Secretaria, além de oferecer formação para estes profissionais.

Sobre o Concurso

A receita foi inscrita no concurso por meio do projeto “Pro lixo não”, com o intuito de incentivar o consumo de frutas, legumes e verduras aproveitando todo o alimento. A receita ficou entre as cinco selecionadas do Estado de Santa Catarina, na etapa regional do concurso. Na primeira fase foram escolhidas as melhores receitas entre todos os municípios do país. A votação é realiza pelos presidentes dos Conselhos de Alimentação Escolar (CAE) e pelos nutricionistas vinculados ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Terá como premiação final uma passagem para Cancun, no México, mais um valor em torno de quatro mil reais. Ainda na classificação geral as 15 melhores receitas do Brasil serão contempladas com um curso de culinária em Brasília, destinado aos agentes de alimentação. Mais informações do concurso pelo site www.melhoresreceitas.mec.gov.br. O projeto “Pro lixo não” foi elaborado por Priscila Facin em parceria com os nutricionistas da Rede Municipal Ana Paula Harmel, Filipi Reis de Mello, Jeniffer Diniz de Souza e Luciana Segato, além da coordenação e administração do Núcleo

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *