Navegantes

MÉDICO CUBANO É DESTAQUE EM ATENDIMENTO NA POLICLÍNICA DE MACHADOS

Ultrapassar fronteiras sempre foi uma característica do médico Dr. Porfirio Rafael Guillen Duardo, nascido na cidade de Santa Clara – na província de Cuba, Villa Clara. Desde que chegou no Brasil, a rotina do médico cubano, começa na Policlínica de Machados. “Há quatro anos estou morando no Brasil. Cheguei no dia 05 de outubro de 2013 e achei que eu iria ser enviado para a Amazônia, mas o meu destino foi em Santa Catarina, especialmente em Navegantes, lugar que fui muito bem acolhido e tenho o meu trabalho reconhecido”, diz. A comunidade de Machados enaltece o atendimento prestado pelo médico estrangeiro com depoimentos de reconhecimento e apontam um diferencial. “O Dr. Porfirio atende em situações de urgência, nunca nega um atendimento, normalmente acerta o diagnóstico antes do exame – eu fico impressionada. É muito bom ter aqui na Policlínica de Machados um médico humano, com tanta experiência e que exerce a medicina por vocação,” diz a paciente Maria Rita da Silva. Nestes 23 anos dedicados à medicina, o médico faz parte da “Brigada Médica Internacional – Henry Reeve de Cuba – que enviam os médicos em missão em ações rápidas e nos casos de catástrofes e epidemias. Dr. Porfirio relata que já viveu muitas experiências em organizações humanitárias e também exerceu a profissão de médico na Ilha do Caribe e em Belize (país na América Central, abaixo do México. Formou-se em medicina em 1995 e trabalhou na periferia em serviço social. É médico de Terapia Intensiva, com experiência em atendimento em Pronto Socorro e também em gestão na Secretaria de Saúde. “Sinto falta de atuar mais em situações de emergências, em cirurgias, afinal é a minha formação. Neste mês – fiquei imensamente feliz em ter realizado um parto aqui na Policlínica, isso me remete a essência da minha profissão, mas também gosto muito ser médico da família, aqui no Brasil. Eu tenho muito amor pelos pacientes e me considero um vocacionado, se eu nascesse novamente, com certeza seria médico,” afirma. Dr. Porfirio aponta o seu perfil durante a consulta médica “ Venho de uma escola ou melhor de uma corrente da medicina que defende: 90% é interrogatório e 10% é laboratório. O paciente precisa por primeiro de atenção, de cuidados, de ser ouvido e de passar por um bom exame clínico,” defende o médico cubano. O Secretário de Saúde, Alcídio Reis Pera, o Cidinho ressalta que a equipe de Machados é muito qualificada e desenvolve vários programas de apoio aos pacientes com a participação do Dr. Porfírio no Atendimento Domiciliar, Programa de Anti-Tabagismo e de Saúde Mental. “Outros bons médicos da equipe também participam nos grupos de Hipertensão, Diabetes, de Idosos e Gestantes, todos com o apoio do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família). As pessoas que residem no bairro e desejam participar desses grupos de prevenção devem procurar a Policlínica de Machados,” finaliza o Secretário de Saúde.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *