Itajaí

Unidades de saúde de Itajaí participam da campanha Outubro Rosa

Para marcar a campanha mundial de prevenção ao câncer de mama, o Outubro Rosa, a Secretaria de Saúde de Itajaí programou uma série de atividades nas unidades básicas de saúde do município. Durante todo mês de outubro, os profissionais de saúde estarão orientando as mulheres sobre os cuidados com o câncer de mama e de colo do útero. As unidades de saúde irão intensificar a coleta dos preventivos (papanicolau) e a realização do exame de mama. Também serão reforçadas as solicitações de mamografia de rastreamento ou diagnóstica, além do incentivo à prática de hábitos saudáveis, boa alimentação e autoconhecimento. “O objetivo das ações é conscientizar as moradoras sobre os cuidados com a prevenção do câncer, levar orientações e informações à população e buscar aquelas pacientes que não têm feito exames preventivos regularmente, além de aumentar o número de solicitações de mamografias de rastreamento no município”, comenta a enfermeira responsável pela Saúde da Mulher no município, Fernanda Figueredo da Cunha. Cada unidade irá programar ainda uma atividade educativa em empresas localizadas em suas áreas de atuação para abordar as mulheres trabalhadoras. Já no Centro de Referência da Saúde Criança e da Mulher (CRESCEM), localizado no bairro Centro, haverá orientação sobre o autoexame da mama todas as quintas-feiras do mês. As pacientes com consulta agendada no local também receberão mimos da equipe: uma flor ou amostras de perfumes e cremes.

Dia D de Prevenção

A Secretaria de Saúde de Itajaí ainda vai promover o Dia D de Prevenção, que ocorre no sábado, 21 de outubro. Nessa data, todas as unidades de saúde estarão abertas, das 8h às 12h e das 13h às 17h, para realização de exames preventivos, exames de mama e solicitações de mamografia de rastreamento para mulheres com idade entre 50 e 69 anos ou de mamografia diagnóstica. Os atendimentos deverão ser agendados previamente em cada unidade de saúde. No Dia D também serão ofertadas as vacinas contra o HPV para meninas de 9 a 14 anos, 11 meses e 29 dias e para meninos de 11 a 14 anos, 11 meses e 29 dias. A vacinação contra o papilomavírus humano protege as mulheres contra o câncer de colo do útero e de vulva. Nos meninos, a vacina auxilia na proteção contra os cânceres de pênis, ânus, orofaringe e de verrugas genitais – doenças diretamente relacionadas ao HPV. Durante o sábado, as mulheres que passarem pelas unidades de saúde do município ainda vão receber sessão de maquiagem com consultoras da marca Mary Kay.

Sobre o câncer de mama
É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Existem vários tipos de câncer de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico.

Sobre o câncer de colo do útero
O câncer do colo do útero é causado pela infecção persistente por alguns tipos do papilomavírus humano, o HPV. A infecção genital por este vírus é muito frequente e não causa doença na maioria das vezes. Entretanto, em alguns casos, podem ocorrer alterações celulares que poderão evoluir para o câncer. Estas alterações das células são descobertas facilmente no exame preventivo e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica deste exame. Esse câncer é o terceiro tumor mais frequente na população feminina, atrás do câncer de mama e do colorretal, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *