Balneário Camboriú

Balneário Camboriú e Camboriú firmam parceria para implantação do Parque Inundável

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, firmou parceria nesta segunda-feira (29) com o prefeito de Camboriú, Élcio Kuhnen, para a implantação do Parque Inundável Multiuso. O espaço tem como objetivo regularizar a vazão do Rio Camboriú e conter cheias nas áreas ribeirinhas. Para a execução desse serviço, o prefeito de Camboriú assinou o decreto nº 3.334/2018, para desapropriação de uma área correspondente a 7.073 km² para a construção do parque. Além dos prefeitos das duas cidades, estavam presentes no ato os vice-prefeitos de Balneário Camboriú e Camboriú, Carlos Humberto Silva e Ramon Jacob, respectivamente, o vereador de Balneário Camboriú, Arlindo Cruz, representantes da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), Fundação do Meio Ambiente de Camboriú e o presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia do Rio Camboriú e Contíguas, Paulo Ricardo Schwingel. O Parque Inundável será de responsabilidade da EMASA e terá capacidade para armazenar de 2 a 3 bilhões de litros de água bruta, para serem usadas quando necessário. “Hoje as cidades de Camboriú e Balneário Camboriú deram um grande passo, fizemos uma carta compromisso e paralelo a isso foi assinado um decreto de desapropriação de uma área que vai possibilitar que a EMASA comece os estudos para posteriormente iniciar a obra do Parque Inundável”, comentou Fabrício Oliveira. O prefeito de Camboriú destacou a importância dessas parcerias entre as cidades para juntos buscarem soluções para os problemas comuns. “Essa parceria é muito importante a médio e longo prazo porque ela vai realizar os principais objetivos desse decreto, que são as contenções de cheias, reserva de água bruta e a criação de um espaço de lazer, que fomentará a economia de Camboriú”, ressaltou. A ideia do Parque Inundável foi sugerida pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, como a solução mais eficiente para os dois momentos extremos do Rio Camboriú: estiagem e cheia. “Essa é uma ação muito importante, que agora conseguimos tocar para frente. As duas prefeituras estão pensando em parceria para evitar problemas de água futuros”, falou o presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia do Rio Camboriú, Paulo Ricardo Schwingel. Além de aumentar a disponibilidade hídrica e deter as vazões de cheias, o projeto também será um espaço para uso recreativo e de conservação ambiental dessa área

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *