Navegantes

PM E FUMAN APREENDEM 24 AVES SILVESTRES EM RESIDÊNCIA NO GRAVATÁ

Navegantes – Uma ação conjunta entre a Polícia Militar de Navegantes e a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fuman), realizada na manhã desta segunda-feira (05), resultou na apreensão de 24 aves silvestres nativas, além de diversas gaiolas e armadilhas para pássaros. Os policiais e os fiscais ambientais chegaram até a residência, localizada no bairro Gravatá, depois de receberem uma denúncia de que no local haviam diversas espécies de aves presas em gaiolas. Ao ser abordado e informado sobre o crime ambiental que estava cometendo, ao criar aves da fauna silvestre sem autorização, o dono do imóvel preferiu realizar uma entrega voluntária dos pássaros e de todo o material que possuía, não sendo necessário, neste caso, a emissão de multas. De acordo com o superintendente da Fuman, Leandro Amaral, as aves apreendidas serão soltas na natureza, em áreas de preservação permanente e as gaiolas e armadilhas serão destruídas. “A criação e comercialização de aves silvestres é crime e pode dar de seis meses a um ano de prisão, além de multas por cada pássaro apreendido. Orientamos as pessoas que façam a entrega de forma voluntária, para que não venham sofrer as penalidades da lei, principalmente porque muitas pessoas acham que passarinho é animal doméstico e não é”, enfatiza o superintendente.

Entre as espécies apreendidas encontram-se:

– 1 Cardeal;

– 2 Azulões;

– 1 Tié Sangue;

– 1 Tangará;

– 3 Coleirinhos;

– 2 Tico-ticos;

– 4 Pintasilgos;

– 1 Tiziu;

– 6 Canarinhos da Terra;

– 1 Sabiá Coleira;

– 1 Trinca Ferro;

– 1 Tié Preto.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *