Balneário Camboriú

Saúde de Balneário Camboriú zera fila em mais cinco especialidades

Desde 2017, a Prefeitura de Balneário Camboriú está investindo em mutirões para pôr em dia os atendimentos em consultas e exames. No ano passado, foram feitos mais de 660 mil procedimentos, entre exames, consultas e cirurgias. Neste ano, em fevereiro, mais cinco especialidades foram zeradas: colonoscopia; capsulotomia “YAG-laser” (procedimento oftalmológico); gastropediatria; consulta em cirurgia geral e consulta em urologia adulto. E os trabalhos continuam. Até o fim do mês de março, também serão zeradas as filas de consultas de cirurgia pediátrica, eletroneuromiografia, espirometria, tomografia e ressonância magnética. “A saúde é nosso compromisso e não estamos medindo esforços para diminuir as filas e o tempo de espera para consultas, exames e cirurgias. Em 2017 investimos mais de R$ 150 milhões em saúde, é mais que o dobro exigido por lei”, falou o prefeito Fabrício Oliveira. Em fevereiro foram feitas 36 capsulotomias (limpeza da lente intraocular em pacientes que já fizeram cirurgia de catarata e voltaram a ficar com a visão opaca); 146 exames autorizados de colonoscopia; 81 atendimentos de gastropediatria; 67 consultas de cirurgia geral e 24 consultas de urologia adulta. “Uma notícia, bastante comemorada pelos pacientes, foi a compra do aparelho ressectoscópio de urologia que realiza RTU (Ressecção Transuretral de Próstata). Com isso, as cirurgias voltaram a ser realizadas respeitando as prioridades”, falou a secretária de Saúde, Andressa Hadad. Até o fim de março serão feitas 33 consultas em cirurgias pediátricas; 28 eletroneuromiografias (técnica de monitoramento da atividade elétrica das membranas excitáveis das células musculares); 34 espirometrias (exame de pulmão); 115 tomografias e 80 ressonâncias magnéticas.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *