Balneário Camboriú

Prefeito anuncia mudanças no colegiado de Balneário Camboriú

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira anunciou oficialmente nesta terça-feira (10), mudanças de nomes em seu secretariado. As alterações, segundo o prefeito, são ajustes normais de gestão e visam dar um novo ritmo a máquina governamental. O prefeito Fabrício agradeceu o esforço e o trabalho de todos os secretários até aqui, que tem se empenhado com afinco e competência nos esforços do Governo.

Nas mudanças que ocorrem, o secretário de Fazenda, Wesley Galvão sai e quem assume a pasta será Franc Ribeiro Correa, ex-Diretor do Tesouro do Estado, que traz na bagagem grande experiência em finanças públicas.

Na Secretaria de Planejamento, Edson Kratz deixa a pasta e quem assume é Adeltraut Zoschke Schappo, atual diretora de Análise de Projetos. Kratz, assumirá o comando da BC Investimentos, empresa de fomento que será criada pela Administração Municipal, e focará o desenvolvimento econômico e na busca por investimentos para a cidade.

Na Secretaria de Obras, também atrelada à Kratz, o secretário passa a ser João Miguel, “Tatá”, que ocupava cargo de diretor.

Na Fundação Municipal de Esporte (FME), Alessandro Kuhne, o Teco, deixa a pasta que será dirigida pelo vereador David La Barrica. Alessandro, que é suplente de La Barrica na Câmara de Vereadores, assume a vereança.

O prefeito Fabrício Oliveira informa, que ainda haverá outras mudanças nos próximos dias, com mais algumas alterações, inclusive, em cargos de direção e coordenação, que visam adequar a máquina governamental.

Share:

1 comentário

  1. Júlio César Cardoso 13 abril, 2018 at 21:11 Responder

    Não tem jeito mesmo. Mudam os políticos, mas as práticas viciadas e de desrespeito eleitoral continuam.

    O Fabrício e o vereador David La Barrica, que interrompe o seu mandato para exercer secretaria no município, deveriam se corrigir e ter um mínimo de respeito ao instituto do voto, ou seja, ao eleitor que elege um cidadão para exercer mandato no Parlamento até o fim e não para ludibriar o eleitor, interrompendo o seu mandato para exercer cargo na administração pública.

    Quando em época de eleição, os candidatos se apresentam e vão ao eleitor, como cordeirinhos desmamados, pedir por amor de Deus o seu voto. Mas depois de eleitos, costumam dar uma banana ao eleitor como se não lhe devesse satisfação. Como se observa, trata-se de políticos imorais e irresponsáveis com as suas obrigações de mandatos.

    Se o eleitor fosse mais politizado e também mais responsável não deveria votar nos Fabrícios da vida que colocam em secretárias vereadores eleitos e nem reconduziria ao Legislativo vereadores moleques, descumpridores de seus mandatos.

    Lamentavelmente, o modus operandi do Fabrício é igual ao que ocorre no país. É por isso que a nossa política, entre outras coisas, é esta pouca-vergonha.

Leave a reply

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *