Balneário Camboriú

Balneário Camboriú recebe Selo + Turismo

Na manhã desta terça-feira (12), Balneário Camboriú recebeu o Selo + Turismo, do Ministério do Turismo. A certificação faz parte do Programa de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (Prodetur + Turismo), que apoia estados e municípios no acesso a linhas de financiamentos com prazos e juros diferenciados de instituições parceiras, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“O Prodetur dá uma nova dinâmica a projetos importantes voltados para o turismo que podem alavancar o setor, e Balneário Camboriú ter sido habilitada através do Selo + Turismo contribui priorizando e tornando mais ágil a busca de recursos para projetos como o da reestruturação da faixa de areia da Praia Central, por exemplo. Uma obra que não é importante só para Balneário, é importante para o Estado e para o país”, disse o prefeito Fabrício Oliveira.

O projeto de Balneário Camboriú que vai receber os benefícios do Prodetur é o da restruturação da faixa de areia da Praia Central. Com o Selo, a obra também é declarada como prioritária para receber os recursos. Com o + Turismo as propostas podem também receber apoio financeiro com recursos próprios do Ministério do Turismo (MTur).

Para dar início aos apoios, o Prodetur já tem disponível R$ 5 bilhões para investir no setor, valor esse que será distribuído nacionalmente. O selo abrange projetos principalmente na área de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. Ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas são estratégias priorizadas pelo programa.

Segundo o ministro do Turismo, Vinicius Lummertez, Santa Catarina e Turismo são absolutamente interligados e o turismo catarinense pode ser reflexo de uma revolução em todo o Estado. O ministro ainda enfatiza. “Nós vamos tirar o turismo do canto de importância e colocar no centro, como todos os países desenvolvidos. Vamos fazer isso em Santa Catarina e no Brasil. Temos capacidade pra isso!”, finalizou.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *