Política

“Os Segredos do Barão” – OS BASTIDORES DA POLITICA EM SC

Dona Ivete Appel da Silveira, viúva do saudoso LHS, aqui com Mauro Mariani, cogitada para ser a primeira suplente de Jorginho Mello ao Senado.

 

Jorginho mira suplentes para amarrar MDB

Se naquela ainda não oficial coligação onde estariam também PSD e PP um dos cenários é Colombo e Amin ao Senado –  já que o eleitor poderá votar em dois nomes para preencher as duas vagas da Câmara Alta por Santa Catarina – nos lados do MDB a engenharia é outra. Deputado Jorginho Mello admite o PR na coligação com o MDB desde que apenas ele seja o nome ao Senado da coligação.

 PLANOS DE JORGINHO I

O parlamentar fez as contas e acredita ter boas chances de se eleger porque quem vota em Colombo e não gosta de Amin, votaria nele. Da mesma forma quem vota em Amin e não gosta de Colombo, digitaria seu número ao Senado. Assim, entraria ele (Jorginho) e um dos dois (Colombo ou Amin).

PLANOS DE JORGINHO II

Para efetivar essa pretensão, há um problema a Jorginho: o MDB precisa tirar Paulo Afonso Vieira do páreo. O ex-governador gostaria de concorrer ao Senado pelo 15. Os outros dois emedebistas (Colatto e Periquito) já teriam se aquietado aceitando não integrar a disputa pela vaga de candidato ao Senado.

 

SUPLENTES PARA PUXAR MDB

Nessa linha de sair ‘solteiro’ ao Senado, estaria sendo articulada uma estratégia para que a velha guarda do MDB votasse em Jorginho Mello com fé e coragem. O atual deputado do PR estaria escalando a viúva do ex-governador LHS, Ivete Appel da Silveira, como primeira suplente ao Senado e Casildo Maldaner na condição de segundo suplente.

Por Junior Neto

 

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *