Balneário Camboriú

Laboratório contratado pelo Município divulga novo relatório de balneabilidade das praias de BC

Foi divulgado nesta sexta-feira (1º), pelo Freitag Laboratórios Ltda, o resultado do relatório de balneabilidade das praias referente a coleta da última quarta-feira (30). Segundo a análise, dos 15 pontos analisados, apenas dois pontos das praias foram considerados impróprios para banho: o Pontal Norte, na Praia Central, e a Lagoa de Taquaras, na Praia de Taquaras. Os outros 12 estavam próprios. O laboratório que é credenciado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) e acreditado no INMETRO, foi contratado pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), em cumprimento ao TAC com o Ministério Público para analisar a qualidade da água das praias.

As coletas que vem sendo realizadas desde março de 2018, compreendem 15 pontos: Estaleirinho, Estaleiro, Taquaras (em frente ao ponto de ônibus e em frente à Escola Municipal), Laranjeiras, Frente a Rua 4009 – Pontal Sul, Rua 4000, Rua 3500, Rua 3000, Rua 2500, Rua 2000, Rua 1400, Rua 51, Rua 1001, Pontal Norte.

Para que a análise da balneabilidade das praias seja feita com mais frequência, na manhã desta sexta-feira (1º), o laboratório realizou uma nova coleta. O resultado deve sair nos próximos dias. “Entendemos que a coleta apenas uma vez na semana, como é feita pelo IMA, não é suficiente para termos um monitoramento mais adequado da balneabilidade das nossas praias, principalmente na temporada e após períodos de chuva, que podem afetar diretamente o resultado das análises. Por isso, solicitamos ao laboratório contratado pela Emasa, que faça as análises em intervalos menores”, explicou o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber, ressaltando que a partir da próxima semana, a coleta será feita três vezes por semana.

O prefeito Fabrício e representantes da EMASA e da Secretaria do Meio Ambiente, se reunirão com o presidente do IMA, em Florianópolis, na próxima segunda-feira (04), para propor justamente, a intensificação das coletas do Instituto, realizadas uma vez por semana, ou, o credenciamento do Município para a execução do serviço por meio do laboratório credenciado, durante a temporada.

Sobre a coleta

As amostragens são realizadas seguindo todas as normas de higiene e biossegurança. A água é coletada por meio de um recipiente de inox higienizado, em seguida é depositada em um frasco com as identificações necessárias. Esse frasco é armazenado em uma caixa térmica com bolsas de gelo para ser transportado até o laboratório da empresa, onde é feita a análise.

“É importante ressaltar que a Emasa ou qualquer outro órgão Municipal não possui interferência nos resultados. O laboratório possui todos os requisitos de qualidade máximos assegurados pelos órgãos competentes para analisar a balneabilidade”, disse o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *