Itajaí

Marejada 2019 vai gerar trabalho e renda para Itajaí

A 33ª edição Marejada vai movimentar a economia de Itajaí de 08 a 20 de outubro de 2019. Além de ampliar e motivar o consumo da população e turistas, a festa gera trabalho e renda para o município. Neste ano, são em torno de 350 empregos temporários para atuação nas áreas gastronômica, de bebidas, segurança, limpeza e serviços gerais do evento, cuja estrutura já começou a ser montada.

“A cada ano a Marejada cresce e amplia seu impacto econômico em Itajaí e região. Tivemos um aumento na geração de empregos temporários, além de um grande movimento na hotelaria, restaurantes e pontos turísticos da cidade”, afirma o secretário de Turismo e Eventos, Evandro Neiva.

Nesta quarta-feira (24), a empresa Minister fará uma seleção de candidatos para atuar nas áreas de segurança e limpeza da festa. Interessados podem entregar currículo na sede da empresa (Rua Henrique Vigarani, 90 – Barra do Rio), das 8h às 11h.

Vitrine de investimentos

Durante 13 dias de programação, a Marejada também vai estimular e valorizar o empresariado local, além de ser uma vitrine para investimentos na cidade. A mudança para o calendário das festas de outubro, implantada em 2017, é outro atrativo turístico que coloca o município na rota de eventos catarinenses.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Itajaí, Thiago Morastoni, destaca que o Município conseguiu, nas últimas edições, resgatar a tradição da Marejada e agregar valor à festa. Hoje ela tanto gera empregos diretos quanto movimenta o comércio em seu entorno.

“A administração tem conseguido provar nossa capacidade em organizar eventos com repercussão nacional e internacional. Isso tem sido bem recebido pelo empresariado, aumentando a confiança para investir na cidade e destacando nosso potencial turístico”, afirma Morastoni.

A festa

A 33ª Marejada aposta na sustentabilidade e inova mais uma vez ao reduzir o uso de plástico. Além de copos ecológicos, a festa vai utilizar talheres e pratos recicláveis ou reutilizáveis na praça de alimentação. Com uma área de mais de 50 mil metros quadrados, o evento ainda é acessível para todos.

A gastronomia continua sendo o carro-chefe. O cardápio ressalta a tradicional sardinha na brasa e é composto por pratos diversificados, atendendo a todos os gostos. O evento conta ainda com um restaurante tipicamente português, para os amantes da gastronomia açoriana. Estão previstas para este ano mais de 100 apresentações artísticas que irão valorizar o talento de bandas e grupos locais e regionais.

A expectativa da Secretaria de Turismo e Eventos é receber cerca de 300 mil pessoas.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *