Dicas

Como funciona a troca de prótese mamária e quando é indicada?

Saiba quando é necessário trocar a prótese mamária e tire suas principais dúvidas sobre o assunto. 

Crédito da imagem: medicalnewstoday.com

Aumentar o volume dos seios com próteses de silicone é o sonho de muitas brasileiras. Não é à toa que a mamoplastia de aumento é uma das líderes dentre todas as cirurgias plásticas realizadas no Brasil.

Mas antes de se submeter ao procedimento, é importante entender sobre a troca de prótese mamária, conferindo quando ela é indicada e como é realizada.

No artigo de hoje, falaremos mais sobre esse assunto, entendendo tudo sobre troca de implante de silicone.

Pronta para saber mais sobre o tema? Confira a leitura do artigo na íntegra!

Entendendo melhor sobre mamoplastia

Seja para mulheres que se incomodam com a estética das mamas ou para aquelas que passaram por retirada dos seios (mastectomia) e reconstruções, a realização de uma mamoplastia é indicada para aumentar o volume dos seios ou promover maior firmeza e sustentação para o colo, deixando-o atraente e bem cuidado.

Embora a cirurgia possa contribuir de maneira incrível para a auto estima da mulher, os seus resultados não são eternos, visto que muitas próteses precisam ser trocadas com o passar dos anos ou em algumas situações específicas.

Por isso, é muito importante conversar com seu cirurgião plástico e sempre tirar todas as dúvidas antes de realizar o procedimento.

As próteses de silicone duram para sempre?

Tudo depende do tipo de prótese!

Há relatos de pacientes que já ficaram por mais de 20 anos com seus implantes de silicone e não precisaram fazer trocas.

De maneira geral, os materiais mais antigos (antes dos anos 2000) eram menos resistentes e precisavam ser revisados em torno de 10 anos após a colocação – para uma possível troca.

Hoje em dia, as próteses tendem a ser muito mais seguras e modernizadas e a troca é indicada sem um prazo específico, cabendo sempre o acompanhamento médico para viabilidade do implante.

Troca de prótese mamária

Por meio de exames de imagem e avaliações de rotina o cirurgião plástico é capaz de identificar complicações e indicar a troca de prótese para cada paciente.

Em geral, as seguintes situações podem levar a necessidade de troca de prótese mamária:

Muito comum em mulheres magrinhas ou com pele fina – que se submeteram a colocação de próteses maiores, a contratura capsular gera o enrijecimento da cápsula do implante e formação de rugas na prótese.

Geralmente, pacientes que sofrem com a contratura capsular percebem a região ao redor da prótese mais endurecida.

Nesses casos, a troca da prótese pode ser necessária, visto que a forma das mamas e a estética final fica comprometida.

  • Ruptura do implante

Quando a paciente sofre fortes impactos, traumas ou quedas, o implante de silicone pode sofrer a ruptura, sendo necessária uma nova cirurgia.

  • Flacidez

Com o passar do tempo, as variações de peso podem influenciar no resultado da cirurgia, deixando as mamas mais flácidas e caídas.

De maneira análoga, a gravidez também pode mudar muito a estrutura dos seios e acentuar ainda mais a flacidez.

Quando isso acontece, muitas pacientes se submetem à troca de prótese e já aproveitam para “vencer os efeitos da gravidade” e levantar os seios com a mastopexia.

  • Mudança de tamanho

Há também os casos de pacientes que se arrependeram do tamanho escolhido e querem aumentar ainda mais o volume das mamas.

Em tais situações, a troca substitui a prótese para uma maior.

Sinais de que a troca pode ser necessária

Alguns sinais podem indicar que algo está errado com seu corpo e que talvez seja a hora de trocar a prótese, como:

  • Seios muito enrijecidos;
  • Dor frequente;
  • Desconforto nos seios;
  • Prótese palpável ou visível nas bordas da mama.

Em tais casos, o cirurgião irá fazer análise física, solicitar alguns exames de imagem e verificar a real necessidade de troca.

Como funciona a troca de implante de silicone?

A troca das próteses é muito similar com uma mamoplastia de aumento comum.

A não ser que a paciente queira realizar o lifting das mamas, pode ser utilizada inclusive a mesma cicatriz, sem necessidade de cortes extras.

Para troca, é retirada a cápsula que se forma ao redor dos implantes de silicone, inserindo a nova prótese no local.  Se necessário, o médico também pode realizar algumas modificações estruturais no decorrer da cirurgia.

Como é o pós-operatório?

Assim como a cirurgia, o pós-operatório acaba sendo muito parecido com a primeira inserção de próteses de silicone.

Todo o procedimento é realizado em ambiente ambulatorial, por cirurgião plástico especializado, e não há a necessidade de internação na maioria dos casos.

Os cuidados envolvem principalmente os primeiros 30 dias, incluindo atenção com os braços, repouso e uso de medicações indicadas pelo médico.

Uma vez feita a troca, terei que fazer novamente?

Não é possível prever uma nova troca de prótese, tudo irá depender de como seu corpo irá reagir ao silicone.

Em geral, o médico cuida ao máximo para que não seja necessária uma nova cirurgia, visto que procedimentos plásticos nunca são imune de riscos.

Mas tudo depende de cada situação e é sempre importante estar atenta aos sinais do seu corpo e pensar bem sobre o tamanho escolhido antes mesmo da cirurgia – evitando arrependimentos.

Outros aspectos importantes

         A colocação de próteses de silicone é uma ação que pode mudar a vida de qualquer mulher, aumentando sua autoestima e turbinando a estética corporal.

         Mas antes de pensar em realizar qualquer cirurgia, é importante ter em mente que suas escolhas devem ser pensadas a longo prazo e que a troca de uma prótese de silicone só deve ser realizada se realmente for necessário ou se a paciente estiver incomodada com seu visual – mas não de maneira frenética.

         Assim, é essencial estar atenta aos sinais do seu corpo, sempre procurando um cirurgião plástico de confiança caso algo não esteja correndo bem – talvez a troca de próteses seja indicada.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *