Piçarras

Varal da vergonha orienta população em casos de Violência Doméstica em Balneário Piçarras

Na última quarta-feira (25), a praça da Prefeitura Municipal de Balneário Piçarras recebeu a ação “Varal da Vergonha” para conscientização sobre a violência contra a mulher. Atividades culturais sobre o tema foram realizadas, além da exposição do varal durante dois dias. O evento é uma realização em parceria entre a Prefeitura Municipal e o Coletivo Mulheres do Brasil em Ação (CMBA).

A ação propôs pendurar roupas femininas com machas vermelhas fazendo referência a violência e abuso físico sofridos por pessoas em seus domicílios. O Varal da Vergonha é uma ação criada pela empresária Eliane Pinheiro Belfort Mattos e replicada em diversas cidades do país. “Balneário Piçarras é a primeira cidade de Santa Catarina a aderir esse projeto”, conta a Presidente do CMBA, Regina Santos Gadelha.

Além do varal da vergonha, a praça da Prefeitura recebeu palestra com a ex-promotora de justiça, Dra. Viviane Gastadalon.
Houve também, a apresentação musical da artista piçarrense Bel Bandeira. “Eventos como esse fomentam o emponderamento de mulheres e incentiva a denúncia em casos de violência doméstica. Durante o evento, apresentamos as ferramentas que o poder público possui que amparam e garantem os direitos dessas pessoas”, afirma a Secretária de Assistência Social, Ana Paula Stiebler.

Em Balneário Piçarras, o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), inaugurado em abril, é o equipamento público responsável por acolher vítimas de violência doméstica que conta com uma equipe composta por assistente social, psicólogo e advogado. “O varal da vergonha é um protesto contra a violência à mulher. Devemos desmistificar esse julgamento que parte da sociedade faz à mulher vítima de estupro pela roupa que vestia”, exaltou a Secretária de Saúde, Bruna Machado.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *