Política

Deputado Bruno Souza propõe a privatização da Ceasa

A Ceasa acumula um prejuízo de R$ 5,6 milhões e gasta com a folha de pagamento de 40 funcionários R$ 140 mil por mês. Para reverter este quadro o deputado Bruno Souza (sem partido) propôs a privatização das centrais de abastecimento de Santa Catarina.
O parlamentar questiona a função do estado em administrar a venda de frutas e verduras. “O governo estadual cuida da venda de hortifruti e não consegue dar, a devida atenção as prioridades, como cuidar e diminuir as filas dos pacientes nos hospitais”, argumenta o deputado.


Acrescenta que com a administração privada, empresários e produtores rurais, ganham maior liberdade no desenvolvimento e crescimento de negócios com os atacadistas e o mercado varejista. Em agosto um grupo de empresários apresentou para o deputado Bruno Souza o projeto arquitetônico com funcionalidade, com sistema integrado de produção e rastreabilidade dos produtos comercializados. A projeção é triplicar a movimentação de carga e reduzir os custos logísticos em 50%. “Todos podem ganhar. Basta coragem e sermos disruptivos.

O Brasil não vai dar errado. Já deu errado. Está na hora de reconstruirmos. Aplicar o que faz sentido e focar no essencial”, acrescenta.
Atualmente a maior feira de Santa Catarina funciona numa estrutura precária sem manutenção e com falta de investimento num terreno de dez hectares avaliado em R$ 200 milhões. São 150 empresas atacadistas e mais de 300 produtores locais com 3000 empregos diretos e com uma movimentação comercial de R$ 1 bilhão e 350 mil toneladas por ano.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *