Balneário Camboriú

Intervenções do Emissário em trecho da Avenida Atlântica causa interferência no trânsito

Iniciou nesta semana, a escavação e o assentamento da tubulação do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto na Avenida Atlântica – trecho da Rua 2.300 até Avenida Alvin Bauer. Com isso, o trânsito no local sofre interferências e permanece nos próximos dias, inclusive no fim de semana, em meia pista da Rua 2.200 até a 2.100 e o acesso a essas vias também está interditado. O local foi sinalizado para orientar os motoristas.

Neste trecho, cerca de 950m, diferente dos outros 75% da obra a rede do emissário está sendo feita por fora da galeria de drenagem, devido a diminuição da mesma. Para o andamento da obra, também iniciou nesta semana a retiradas das nove passagens elevadas existentes neste trecho.

Rua 3.700 – Trânsito liberado da Avenida Atlântica até Rua 3.710

Na obra de interligação do Emissário com a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) pela Rua 3700, que está sendo executada por trechos, da Avenida Atlântica até a Rua 3710 foi concluída a tubulação, sendo feita a pavimentação em lajotas provisoriamente. A partir da tarde desta sexta-feira (11) o trânsito será liberado. Já no trecho da Rua 3710 até Avenida Brasil, o trânsito fica interditado com acesso apenas para moradores e comércio. As obras retornam na segunda-feira (14).

As interligações do Emissário com as Estações Elevatórias da Avenida Alvin Bauer e Avenida Brasil no Pontal Norte já foram concluídas. A conexão permite que metade da contribuição que chega nessas duas elevatórias, seja direcionada para o emissário, seguindo até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), no Bairro Nova Esperança.

“Sabemos que é uma obra complexa e que causa bastante transtorno, principalmente no trânsito, mas é muito importantes para contribuir com o sistema de saneamento da cidade. Por isso, pedimos a compreensão e paciência de todos”, menciona o diretor-geral da EMASA, Douglas Costa Beber.

Sobre o Emissário

O Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto é uma das ações realizadas pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), do pacote de medidas que irá contribuir com a revitalização do Rio Marambaia. Compreende 4.748m de extensão, sendo construído da Rua 2001 (Barra Norte), com duas interligações entre as elevatórias da Rua 2001 e da Avenida Alvin Bauer, e outra interligação até a Estação de Recalque da Rua 3700 (Barra Sul – embaixo da ponte do Rio Camboriú), levando toda a contribuição para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), do Nova Esperança.

A empresa executora da obra para implantação do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto, é a SK Tecnologia Subaquática – EIRELI. O prazo de execução são 120 dias e o valor licitado da obra é R$ 1.525.673,04. A licitação dos materiais ocorreu separada, com custo de R$ 3.248.789,24. O valor total ficou em R$ 4.774.462,28.

Informações Adicionais:

Emasa
(47) 3261-0000

Diretoria de Comunicação
Jornalista: Renata Furlanetto
Foto: Camila Diel Gomes e Renata Furlanetto

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *