Economia

FMI alerta sobre dívida crescente das empresas

A generalizada queda das taxas de juros para sustentar as economias pode gerar um endividamento empresarial excessivo capaz de gerar outra crise mundial, alertou nesta quarta-feira (16) o Fundo Monetário Internacional (FMI).

A entidade advertiu sobre o aumento da dívida de risco e pediu aos governos que ampliem seus horizontes e olhem além dos bancos, que foram a maior preocupação durante a crise financeira de 2008.

Em um momento em que o crescimento mundial é o mais lento desde a crise, os impressionantes 19 trilhões de dólares devidos pelas empresas das oito maiores economias do mundo podem ser tornar um grave risco, disse o FMI em seu último relatório sobre a estabilidade financeira mundial.

A piora das tensões comerciais pode prejudicar ainda mais o panorama na medida em que os mercados e os investidores se tornem “mais pessimistas”, disse Tobias Adrian, chefe do departamento do FMI que elaborou o relatório.

A piora das condições comerciais exacerba as vulnerabilidades financeiras, o que, por sua vez, “amplifica mecanismos para más notícias”, disse Adrian a jornalistas.

“De modo que pedimos aos responsáveis políticos que continuem trabalhando juntos para resolver essas tensões comerciais, na medida em que são uma significativa fonte de geração de riscos”, disse.

Foto: FMI advertiu que o aumento da dívida de risco pode gerar crise mundial da magnitude daquela de 2008.
AFP / SAUL LOEB

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *