Itajaí

Porto de Itajaí promove curso de atendimento de Emergência Química

Gerência de Meio Ambiente da Superintendência do Porto de Itajaí promove curso de atendimento de Emergência Química.

Participantes experimentaram equipamentos e vestimentas especiais e vivenciaram simulações de emergência.

A Superintendência do Porto de Itajaí promoveu através de sua Gerência de Meio Ambiente (GEAMB), entre os dias 21 e 25, o curso avançado de Emergências Químicas.

Ao longo da semana foram ministradas aulas práticas e teóricas, com o objetivo de preparar os alunos para o atendimento em caso de acidentes com produtos químicos.

Além dos servidores do porto, participaram do treinamento funcionários de algumas empresas do Complexo Portuário e de órgãos de segurança, como Polícia Militar Ambiental, Marinha, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar – Comunitário e Voluntário.

O Sargento da Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina Gilmar Feliciano de Oliveira, destacou a importância e satisfação em participar da rodada do curso, “Mesmo com a nossa constante rotina de treinamentos, o curso nos trouxe uma nova gama de conhecimentos, e podemos dizer que agora podemos ir mais despreocupados para um atendimento, tanto emergencial quanto de fiscalização”.

O curso foi organizado pela Ambipar Response, empresa responsável pelo atendimento emergencial no Porto de Itajaí, em parceria com a Gerência de Meio Ambiente da superintendência.

Com carga horária de 20 horas, os alunos puderam vivenciar e entender todo o cenário de uma emergência e todo o ciclo emergencial. Para isso testaram roupas especiais para esse tipo de ocorrência, que são totalmente vedadas, e o uso de cilindros de oxigênio onde foram expostos a situações de estresse e de esforço físico.

“Com essa ampla orientação podemos considerar que os alunos estão bem preparados para analisar e identificar o que está acontecendo, além de saber como agir. No caso dos representantes dos terminais portuários, ou seja, participantes civis comuns, eles não estão preparados para se envolver em uma emergência química e prestar todo o atendimento. Mas estão aptos para apoiar quem está atendendo a ocorrência, e como primeiros no local, acionar os meios para evitar que um dano ambiental, às pessoas ou ao patrimônio aconteça”, enfatiza Luciano Pires, instrutor da Ambipar, que ministrou as aulas.

As aulas aconteceram no Auditório da Superintendência e na área portuária. Foram trabalhados quatro temas principais: análise de emergência, segurança e saúde no trabalho com inflamáveis e combustíveis, protocolo de deficiência de ar D.E.C.I.D.A (Protocolo de atendimento a emergências com produtos perigosos), exposição, avaliação de cenário, e comando de incidentes.

Robson Feliciano, Líder da Equipe do Corpo de Bombeiros Voluntários de Indaial, considera participação muito importante para a sua formação e preparação, principalmente por causa dos treinamentos práticos, “Em Indaial, temos a rodovia BR 470 e o tráfego de caminhões com produtos perigosos é muito intenso. Participando de um curso como esse podemos oferecer uma melhor reposta em um eventual acidente”.

Na Superintendência do Porto de Itajaí esse tipo de situação é uma preocupação constante, já que pelo terminal portuário trafegam cargas com alto potencial de risco:

“Não é só movimentar, faturar e bater recordes. Temos que fazer isso bem feito, mas precisamos estar preparados para atender um possível acidente, e isso também é muito importante”, ressalta Heder Cassiano Moritz, Técnico em Nível Superior da Autoridade Portuária.

“Para nós foi muito bom e proveitoso o curso. Sabemos que nosso município é uma rota de transporte de produtos químicos, além de termos um grande armazenamento de amônia. Por isso podemos nos deparar com um acidente a qualquer momento e precisamos estar bem preparados para unirmos forças e contribuir muito mais para a solução da ocorrência. Somos gratos por nos proporcionarem essa oportunidade”, conclui o Bombeiro Comunitário Josué Firmo de Jesus Junior, representando o 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Itajaí.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *