Penha

Águas de Penha recebe reforço de especialista em Engenharia Química

O doutor em Engenharia Quimica pela Universidade Estadual de Maringá (PR), Edilson Sadayuki Omoto, 37 anos, reforçou a equipe da Águas de Penha durante uma semana e apoiou a equipe técnica nos estudos da qualidade da água dos poços que estão sendo reativados no município. De acordo com a gestora operacional da concessionária, Fernanda Barreto, Omoto veio a Penha para realizar testes e apoiar a equipe técnica da concessionária na implantação do sistema de tratamento que a empresa está desenvolvendo para garantir a entrega de água dentro dos parâmetros de qualidade. “Como são poços que estão parados há muitos anos, realizamos a limpeza e desinfecção interna”, conta Fernanda.

Para fazer as análises, Omoto trouxe equipamentos de ponta de Mato Grosso do Sul, cidade onde a Aegea – holding controladora da Águas da Penha – também é responsável pelos serviços de saneamento. A análise foi feitas nos poços da Praia Grande, Santa Lídia, São Miguel 1 e 2 e fazem parte do conjunto de melhorias que a concessionária vem realizando no município para minimizar os impactos do aumento do consumo de água durante o verão.

A solução definitiva para o problema de desabastecimento em algumas regiões de Penha na alta temporada, no entanto, é a construção do sistema produtor próprio de água. O projeto prevê a captação no Rio Luiz Alves através de uma adutora com 22 quilômetros de extensão.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *