Itajaí

Itajaí tem a segunda maior valorização de imóveis do Brasil

O Município de Itajaí mais uma vez é destaque no cenário econômico nacional. A boa notícia está na valorização dos imóveis. O valor médio dos imóveis à venda cresceu 4,16% em 2019, o maior aumento em Santa Catarina e o segundo maior do Brasil. Os dados são do Índice FipeZap, que monitora os preços médios dos imóveis residenciais anunciados em 50 cidades brasileiras.

Além de ter o maior crescimento percentual, o preço médio do metro quadrado dos imóveis residenciais de Itajaí é o quarto maior de Santa Catarina, que pode custar até R$ 6.088,00. Esse valor é superior às capitais Curitiba (R$ 6.003,00) e Porto Alegre (R$ 5.923,00), por exemplo.

No ranking nacional, Itajaí ocupa a 12ª colocação pelo valor do metro quadrado, ultrapassando, inclusive, grandes capitais litorâneas, como Recife (R$ 5.946,00), Fortaleza (R$ 5.577,00) e Salvador (R$ 5.121,00).

“Este estudo demonstra o aquecimento do mercado imobiliário em Itajaí que já vínhamos percebendo ao longo do último ano. Alguns dos fatores que interferem nessa valorização são, por exemplo, investimentos em segurança e acessibilidade, que estão diretamente ligados à qualidade de vida que a nossa cidade pode proporcionar”, destaca Thiago Morastoni, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

O crescimento de Itajaí, inclusive, está na contramão da tendência nacional que registrou queda no valor dos imóveis residenciais nos últimos dois anos (- 0,53% em 2017; e – 0,21% em 2018) e fechou dezembro do ano passado com queda de 0,99%. Em Itajaí, diferentemente de várias cidades e capitais, a valorização de 4,16% é real, pois supera os índices de inflação do período.

Perspectivas para 2020

Depois de um período de crise, o setor imobiliário começa a dar indícios de uma possível retomada. Segundo levantamento de indicadores imobiliários, realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), as vendas contabilizadas no segundo trimestre de 2019 apresentaram um aumento de 16% em relação ao mesmo período do ano anterior. Na região Sul, esse aumento é ainda maior, 20,5%. Para especialistas, parte desse otimismo também consiste do aumento no número de lançamentos de imóveis em todo o país, que cresceu 11,8% no segundo trimestre de 2019 em comparação à mesma época de 2018. 

“Aqui em Itajaí, além da grande procura por imóveis residenciais, também temos percebido o aumento no número de empresas que estão adquirindo áreas para fins comerciais e industriais, para empreendimentos de pequeno, médio e até de grande porte. Novos empresários que estão escolhendo a nossa cidade para se instalar”, salienta Thiago Morastoni. 

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *