Itajaí

Itajaí recebe doação de mais de meio milhão de reais para enfrentamento ao coronavírus

Doação do banco responsável pelo financiamento internacional na cidade será destinada para a compra de equipamentos de UTI.

O Município de Itajaí recebeu uma doação de mais de meio milhão de reais (U$ 100 mil) para o enfrentamento à pandemia de coronavírus (COVID-19). A quantia recebida será destinada para auxiliar no plano emergencial de ampliação do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen. Os recursos chegam ainda nesta semana.

A doação, sem nenhum custo adicional aos cofres públicos, foi feita pelo Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), operador do financiamento internacional do Programa Itajaí 2040, Moderna e Sustentável. O financiamento aporta uma série de obras nos bairros de Itajaí como a Praça de Esportes do Santa Regina, a reurbanização das ruas Expedicionário Aleixo Maba e Alfredo Eicke e diversas transformações na mobilidade urbana.

“Mais uma conquista para Itajaí. Em meio a esta crise podemos contar com o Fonplata como parceiro da cidade. Estamos falando de um suporte financeiro em um período em que os recursos são escassos e a necessidade de ação rápida do poder público é essencial”, avalia o prefeito Volnei Morastoni. “Como médico, sei da importância desses equipamentos e da gravidade desta pandemia. Estamos trabalhando incansavelmente para amenizar seus efeitos sobre nossa população”, finaliza Morastoni.

Para auxiliar na abertura parcial da obra de ampliação do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen serão adquiridos equipamentos para novas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), utilizados no tratamento dos casos mais graves de coronavírus. Será realizada a compra da estrutura completa de UTIs com equipamentos, móveis e utensílios.

“Essa operação financeira de doação é fruto de nosso bom relacionamento e da iniciativa do Município de Itajaí junto ao Fonplata. O Programa Itajaí 2040, Moderna e Sustentável contempla uma série de ações para o desenvolvimento da cidade e propomos a ação ao banco devido à grave crise humanitária”, informa o coordenador do Escritório PEMI Alcides Volpato. “Itajaí é a cidade que recebeu o maior aporte financeiro no Brasil e isso se deve ao nosso empenho em captar recursos. Estamos analisando outras fontes para garantir as melhores condições de saúde pública para a população”, garante Volpato.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *