Notícias

Coronel Dionei Tonet assume como comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina

Uma cerimônia restrita na manhã desta quarta-feira, 13, marcou a assunção do coronel Dionei Tonet ao posto de comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina. Ele substituiu o coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, que esteve à frente do cargo desde fevereiro de 2018. A solenidade teve a presença do governador Carlos Moisés, que agradeceu a Araújo Gomes pelos serviços prestados e desejou sucesso a Tonet no novo desafio. 

O governador destacou a queda nos principais índices de criminalidade ocorrida no período de comando do coronel Araújo Gomes. Segundo Carlos Moisés, a Polícia Militar é uma instituição que orgulha os catarinenses em seus 185 anos de existência.

“O trabalho dos últimos anos revigorou a corporação. Melhoramos em muitos aspectos, com a redução da criminalidade e um trabalho de aproximação com a comunidade. O coronel Araújo Gomes ainda tem muitas contribuições a dar ao Brasil e temos a plena confiança de que o coronel Dionet Tonet tem a capacidade para dar continuidade a esse movimento”, afirmou o governador.

O novo comandante-geral da PMSC disse que, por já fazer parte do alto conselho da corporação, tem conhecimento dos planejamentos estratégicos e dos objetivos traçados. Segundo Tonet, seu trabalho será baseado na continuidade e em um fortalecimento do quadro pessoal, com base na sinergia das ações. Falou também em um fortalecimento do suo da tecnologia. 

“Dessa maneira, nós poderemos oferecer um serviço ainda melhor para a população. Do ponto de vista da tecnologia, queremos ampliar a integração dos sistemas. Ainda possuímos algumas plataformas que trabalham de forma independente. Queremos usar a inteligência artificial para a melhoria dos processos e das nossas bases de dados”, pontuou Tonet.

De saída para a reserva remunerada, o coronel Araújo Gomes, por sua vez, fez um balanço dos poucos mais de dois anos à frente da PMSC e relembrou a trajetória de sua família, com quatro gerações prestando serviços às corporações militares. Ele destacou os três pilares que basearam a sua atuação: controlar a criminalidade violenta, reduzir a sensação de insegurança da população e aumentar a confiança nas forças policiais. Fez também um agradecimento especial a toda a tropa:

“Esses avanços não são resultado da ação de um comandante, mas do esforço de toda uma tropa. Agradeço a todos que trabalharam comigo. Obtivemos resultados importantes: os homicídios caíram, os latrocínios caíram, os roubos caíram, assim como a maior parte da criminalidade violenta”, discursou Araújo Gomes, que foi agraciado com a Comenda Barriga Verde pelo governador. 

Novo alto escalão

Além do coronel Dionei Tonet como comandante-geral, também assumiu como subcomandante-geral o coronel Marcelo Pontes, que estava à frente da Polícia Militar Ambiental e já havia comandado a 1ª Região Militar e o 4º Batalhão. Ele substitui o coronel Cláudio Roberto Koglin, que vai para a reserva remunerada. A chefia do Estado-Maior Geral (EMG) segue com o coronel Luciano Walfredo Pinho.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação – SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *