Notícias

Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais

Santa Catarina registra 3.556 casos de hepatite A em 2019.

Na próxima semana se celebra o combate às hepatites, que podem ser prevenidas com vacinas.

Apesar de ainda vivenciarmos a pandemia do novo coronavírus, na próxima terça-feira, 19 de maio, é o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais. A data reforça a importância dos cuidados com essas doenças. De acordo com o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, de 2019, em Santa Catarina foram confirmados 3556 casos de hepatite A, 28.845 mil de hepatite B e mais de 12 mil de hepatite C a maior causadora de mortes entre as hepatites virais. Evidenciam, também, que o número de óbitos devidos a essa etiologia vem aumentando ao longo dos anos, em todas as regiões.

A diretora médica do Ghanem Laboratório, Myrna Campagnoli, alerta que, apesar da maior parte dos casos ser de hepatite A e B, as taxas de incidência estão em queda no Brasil, com redução de 83,3% entre 2008 e 2018. “A melhor medida de prevenção contra a hepatite A é higienizar sempre as mãos após utilizar o banheiro e antes de se alimentar, além de beber água e consumir alimentos de procedência confiável, uma vez que a principal forma de contágio se dá pela ingestão de água ou alimentos contaminados. Também se devem evitar banhos em praias ou rios contaminados por esgoto ou material orgânico. Já os cuidados para se evitar as hepatites B e C são o uso de preservativos nas relações sexuais e não compartilhar seringas ou material perfuro cortante (alicate de cutículas, por exemplo). “, explica Myrna.

O nome hepatite se refere a qualquer inflamação do fígado, que pode ser de origem infecciosa, medicamentosa ou toxica. As formas não infecciosas podem estar relacionadas ao consumo excessivo de drogas, álcool, medicamentos. As infecciosas são decorrentes da presença de algum vírus, sendo os mais comuns os denominados A, B e C, causadores dos respectivos tipos de hepatite. A doença se manifesta de diferentes formas. A hepatite pode ser tanto aguda quanto crônica, com mais ou menos sintomas presentes. A hepatite A aparece de forma aguda. Já a B pode apresentar um quadro agudo e depois se tornar crônica. A Hepatite C pode causar apenas hepatite crônica.

Os sintomas mais comuns são cansaço, perda do apetite, náuseas, dor e desconforto abdominal, urina escura, fezes claras e icterícia (olhos e peles amarelados). Dependendo do vírus que causa a doença, a hepatite viral pode evoluir para a cura espontânea ou pode se tornar crônica. Quando é crônica, pode causar doenças como cirrose e câncer de fígado.

Diagnóstico

O diagnóstico da doença é obtido a partir de exames de sangue. O laudo pode identificar cada tipo de vírus por meio dos anticorpos produzidos pelo organismo contra o vírus da hepatite. No caso da hepatite C, a confirmação do diagnóstico requer a realização do PCR para o vírus C – se ele for detectado no sangue, a doença está confirmada.

Segundo Myrna, o paciente com sintomas deve procurar um especialista para a investigação. “Para identificar a hepatite é necessária a realização da sorologia, que busca a presença de anticorpos contra o vírus. O teste fica pronto em 48 horas e pode ser coletado em qualquer uma de nossas unidades”, explica.

SOBRE O GHANEM

O Ghanem Laboratório atua em Joinville e região oferecendo atendimento laboratorial personalizado aos seus pacientes. Para acolher com carinho e exclusividade mulheres e gestantes foi criado o Ghanem Mulher. Os exames realizados em crianças e seus responsáveis podem ser feitos no Ghanemzinho, que conta com uma unidade toda personalizada com a turma do Scooby-Doo. E o Laboratório Popular oportuniza preços diferenciados com a Qualidade Ghanem. O laboratório Ghanem integra a Dasa, líder brasileira em medicina diagnóstica e maior empresa do setor na América Latina, rede que processa 250 milhões de exames por ano, atendendo mais de 20 milhões de pessoas em todo o país, com um portfólio de mais 2.500 tipos diferentes de exames.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *