Roda viva e Balaio do Kotscho 

Meio que imperdível o programa Roda viva de segunda, onde o garoto Felipe Neto, mostra a cara da indignação contra a intolerância e o fascismo. Faz sua meia culpa, diz que errou e onde errou, e que aprendeu com estudo e leitura. Que tenta discernir com razão, verdade e com o  amadurecimento provindo do conhecimento. Defendeu a imprensa que entende ser aforma de se levar a informação e a verdade para as pessoas.. E para quem é do meio da imprensa, o Roda viva e o garoto Felipe Neto ganharam caráter e expressão ao serem referendados pelo grande e brilhante jornalista  RICARDO KOTSCHO, em sua coluna Balaio do Kotscho na Folha de São Paulo.

Centrão estadual

Enquanto isso, por aqui continua a insistência dos deputados sobre uma CPI, e de pedidos de “Impeachment” do governador. Ações meio que inócuas, parece que não vão conseguir nem fazer a massa, pois pelo quase consta até aqui os objetos de fraudes e corrupções da administração, não tem nada a ver com o governador,  como querem fazer parecer deputados. Até parecem o centrão da câmara federal. Aliás são em grande parte liderados nacionalmente por figuras da corrupção como Waldemar da Costa Neto presidente do PL, e Ciro Nogueira presidente do PP, nacionais. E dizem que pelas ligações que tem com o PP estadual, Ciro Nogueira, deve reservar uma diretoria do FNDE para Santa Catarina!

Vergonhosas

Vergonhosas, mas nítidas, as digitais de certo candidato a governador derrotado e de senador eleito que pleiteia o cargo;  nas ações de deputados pelos ataques diretos ao governador e pela pressão imposta da CPI, e dos pedidos de “Impeachment”. Junta-se aos dois, ex governadores, um eterno vice, corrupto de carreira, e outro que perdeu até a liderança do partido, e queria ganhar o senado.

Mera coincidência

Lula quando saiu da câmara federal, disse que lá tinha 300 picaretas, eleito presidente se aliou a eles, resultando no mensalão, e outras coisas mais; Bolsonaro se criou, viveu no centrão, se elegeu acusando a velha política, agora esta se aliando a banda mais podre, que se conhece do centrão, e com dois notórios mensaleiros, Roberto Jefferson e Waldemar da Costa Neto, e segundo o governo Carlos Marun. Pois, pois.

Pergunta que não quer calar

Se sabe quem são os deputados do centrão, se sabe dos seus podres, os líderes todos envolvidos em corrupção, até na lava jato! Ninguém consegue fazer nada, os deter? Porquê?

Estranho

Secretario da Fazenda Estadual, Paulo Eli, faz retrato de que o estado se erguera com rapidez após a crise, deve ter dados positivos sobre a situação. Estranho, mas não tanto, que na contramão, o sindifisco, sindicato dos fiscais da fazenda, lance nota sobre a queda da arrecadação. Não é estranho por suposta vinculação do presidente com o PSD, e sua possível postulação ao legislativo estadual. Será?

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *