Santa Catarina

Coronavírus em SC: Governo do Estado completa 120 dias de enfrentamento à pandemia e mantém melhor desempenho do país

Santa Catarina se mantém como o estado com o melhor desempenho no enfrentamento à Covid-19. O reconhecimento está no ranking nacional divulgado pelo Centro de Liderança Pública (CLP) e é fruto da atuação do Governo do Estado, que completa 120 dias de ações nesta quarta-feira, 15. As medidas entraram em vigor no dia 17 de março, quando passou a valer o primeiro decreto estadual, com suspensão de aulas, transporte coletivo e comércio. A decisão foi fundamental para frear, desde o início, a contaminação pelo vírus. Desde então, o número de leitos de UTI foi ampliado em 70%, 125 mil testes PCR foram realizados, além 225 mil testes rápidos distribuídos. O Estado contabiliza 37.027 recuperados de um total de 46.050 casos confirmados. 

Para manter o bom desempenho, o governador Carlos Moisés destaca que o trabalho para reforçar a rede de atendimento aos pacientes continua. Também lembra que adotar medidas de proteção ajuda a salvar vidas. “Não há nenhuma medida mais eficaz que a prevenção. Estamos trabalhando diariamente para abrir mais leitos e fortalecer nossa estrutura hospitalar. Mas só com o trabalho conjunto entre Estado, municípios e cidadãos vamos conseguir vencer essa batalha”, alerta. 

A taxa de letalidade em Santa Catarina (1,16%) é a menor do país e menos de um terço da taxa nacional, que é de 3,85%.

Compromisso com a transparência

Outra prioridade do Governo do Estado é a transparência. O site www.coronavirus.sc.gov.br, que entrou no ar no dia 27 de março, traz diariamente boletins epidemiológicos da doença, além de atualizações na plataforma BI.  Essas iniciativas dão transparência aos dados públicos relacionados à pandemia, com informações acessíveis e detalhadas sobre o número de casos e ocupação de leitos em Santa Catarina. O Governo do Estado, juntamente ao Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, implementou ainda um sistema de triagem online. Já foram realizadas pelo menos sete mil triagens, sendo que 39,5% dos atendimentos foram classificados como casos suspeitos. 

No dia 8 de junho, mais um passo foi dado em termos de tecnologia, quando o Governo disponibilizou no site uma ferramenta de apoio aos municípios para tomada de decisões, o que regionalizou as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. 

Novos leitos de UTI

Por meio do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), criado para coordenar as ações de enfrentamento à pandemia, o Governo do Estado tem ampliado constantemente o número de leitos de UTI para atendimento dos pacientes com Covid-19. Só para a região da Grande Florianópolis, está prevista a ativação de 50 novos leitos nas próximas semanas. Além disso, está sendo debatido com municípios e órgãos de controle novas possibilidades para contratação de leitos de UTI da rede privada. 

“A ativação de novos leitos de UTI não depende unicamente do Estado. Por isso, só o trabalho conjunto pode acelerar a entrega de novos leitos. Agora, nosso foco é unir forças para que nenhum catarinense fique sem atendimento”, explica o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Desde o início da pandemia, já foram entregues 320 respiradores a hospitais de todas as regiões do estado, por meio do Grupo de Ações Coordenadas (GRAC). 

Antes mesmo de a Covid-19 se espalhar pelo mundo, o GRAC já monitorava, por meio da estrutura do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), os possíveis reflexos em Santa Catarina com base em informações provenientes da China. Desde que a pandemia se instalou, o Grupo desempenha diversas ações, como suporte para a Secretaria de Estado da Saúde na logística do transporte de equipamentos e captação de doações de materiais utilizados na linha de frente do combate ao vírus.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *