Itajaí

Coronavírus: Itajaí vai realizar testes sorológicos a partir desta quarta-feira

A partir desta quarta-feira (22), Itajaí vai ofertar à população mais um tipo de teste para coronavírus. A Secretaria Municipal de Saúde recebeu seis mil testes sorológicos doados pela Receita Federal. A diferença do novo exame é que os moradores terão que coletar sangue e a análise será feita pelo próprio Laboratório Municipal de Itajaí. O resultado será disponibilizado em 24 horas.

> Leia mais sobre o Coronavírus

Os testes serão realizados no Centro de Testagem, montado junto ao Centro Integrado de Saúde (CIS), no bairro São Vicente, para os pacientes que passarem por avaliação médica no local ou nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Os médicos das unidades básicas de saúde também poderão solicitar o teste, que será agendado pela Vigilância Epidemiológica.

Os novos testes sorológicos detectam a presença de anticorpos produzidos pelo organismo contra o coronavírus e podem indicar se o paciente teve contato recente com o vírus (IgM). A data de coleta segue o mesmo protocolo do teste rápido e deve ser feita a partir do 8º dia de sintomas da doença.

“Este teste tem a mesma sensibilidade de um teste rápido, porém a diferença está na necessidade de coleta de sangue e análise laboratorial. Os pacientes não precisam estar em jejum e o resultado sairá em 24 horas”, comenta o bioquímico do Laboratório Municipal, Jahiel Tavares.

Os testes sorológicos recebidos pelo Município possuem uma precisão de 94%. Após o resultado, o paciente deve continuar seguindo as orientações médicas. Os testes rápidos e RT-PCR também continuarão sendo ofertados à população, conforme indicação médica para cada caso.

“A oferta de teste sorológico era um desejo da Secretaria de Saúde e com essa doação conseguimos implantar para os itajaienses. Preparamos a estrutura do nosso Laboratório Municipal para fazer as análises e repassar os resultados em 24 horas. Esta é mais uma ação do município para enfrentamento da COVID-19”, afirma a diretora da Vigilância Epidemiológica de Itajaí, Suzany de Fátima Henchoste Olibone. 

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *