Notícias

Porto Belo contará com moderno sistema de infraestrutura e segurança

Tecnologias serão implantadas pela Vokkan Urbanismo no VivaPark Porto Belo, o primeiro bairro parque do país.

Comunidades planejadas, ambientes integrados e pensados para as pessoas e, aliado a tudo isso, segurança. Pesquisas colocam estes indicadores como determinantes para quem está em busca de uma moradia, aliando aos conceitos de planejamento urbano sustentável.

Tendo como uma de suas premissas, conectar pessoas com o resgate da simplicidade de viver bem, é que a Vokkan Urbanismo traz para o VivaPark, em Porto Belo, um conceito inédito para a região. “Nosso produto agrega aos futuros moradores uma tríade muito importante neste momento de transformações comportamentais: moradia, lazer e trabalho, tudo num único local, com um projeto urbanístico concebido pelos mais importantes arquitetos e urbanistas do nosso país e com assinatura de Jaime Lerner e Arquitetos Associados”, comenta Roderjan Volaco, presidente da Vokkan Urbanismo.

Os bairros parques são tendência quando falamos em planejamento urbano ordenado e com sustentabilidade. Uma ideia inovadora e que agrega ainda mais valor e qualidade de vida para a região, propiciando estrutura de grandes centros, porém, em comunidades planejadas.  O grande diferencial de um bairro parque é simples: trata-se de um espaço que une moradia, trabalho e lazer em um só lugar, e que tem como foco a qualidade de vida e a felicidade de quem vive ou visita este ambiente. E é isso traremos para Porto Belo e toda a região, um espaço com múltiplas possibilidades e que, sem sombra de dúvida, irá potencializar o convívio entre as comunidades”, exemplifica Roderjan.

Ao planejar o projeto da Vokkan Urbanismo, os empresários reuniram, além de um grande embasamento prático, com pesquisas consagradas sobre urbanismo e qualidade de vida, mas também seus anseios e desejos. “Viver em um bairro parque é ter a certeza que você e a sua família terão segurança, qualidade de vida, lazer e muitos motivos para aproveitar dias mais leves e livres. É ter a certeza de que seus filhos podem, por exemplo, ir sozinhos para a escola, ou voltar a brincar nas ruas com segurança, como fazíamos antigamente”, destaca o presidente da Vokkan, Roderjan Volaco.

Inédito no Brasil, especialmente em bairros abertos, o sistema de segurança do VivaPark será diferenciado e com padrão e tecnologia internacional, trazendo para a região soluções como:

– OCR: Reconhecimento ótico de caracteres (sistema automatizado de leitura de placas e identificação das placas dos veículos);

– Central de inteligência 24 horas;

Biometria facial;

– Bollard retrátil (que possibilita o fechamento de todos os acessos em questão de segundos)

– Câmeras térmicas e de alta definição

– Cercas virtuais

– Tótens de segurança distribuídos no parque;

– Controle de estacionamento irregular;

Inteligência artificial para análise automática de dados

Além da tecnologia envolvida no sistema de segurança, toda a infraestrutura será por meio de cabeamentos subterrâneos, possibilitando, além da estética visual, a utilização das mais modernas tecnologias. “Este é um grande investimento e que, muitas vezes não é dimensionado e que as pessoas pensam não agregar valor, contudo, quando o assunto é qualidade de vida, temos que ter ainda mais perspicácia e pensar num futuro duradouro. O atual cenário que estamos vivendo vem nos mostrando esse regresso ao olhar diferenciado, a valorização das pequenas conquistas e da importância do convívio coletivo”, pontua Roderjan.

Toda a tecnologia e sistemas exemplificados, irão compreender 100% da área do VivaPark, incluindo o parque que ocupará 70 mil metros quadrados contendo dois lagos com aproximadamente 8,5 mil metros quadrados, trilha para caminhada, bicicletário, pet place, estação de ginástica e alongamento, bebedouros, playground, arquibancada e balanços, além de brinquedos para toda a família. Tudo isso circundado por uma área verde de aproximadamente 50 mil metros quadrados – como comparativo, a área total corresponde a quase 10 campos de futebol. “O parque será um destino para quem procura qualidade de vida, onde todos possam praticar esportes, levar o cachorro passear e brincar com a família com segurança”, ressalta Roderjan. E finaliza trazendo a essência do projeto: “nosso projeto segue uma abordagem aberta, otimista e colaborativa, que passa por um viés não apenas da arquitetura e do urbanismo, mas também pautada nas ciências sociais e comportamento humano, construindo os espaços para pessoas, encontrando a intersecção entre a vida e a forma”.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *