Notícias

Bairros de Santiago preparam reabertura de bares e restaurantes ao ar livre

Após mais de cinco meses fechados pela pandemia, bares e restaurantes – exclusivamente ao ar livre – e outros estabelecimentos não essenciais poderão reabrir em alguns bairros mais abastados de Santiago, informaram neste domingo (30) autoridades sanitárias chilenas, em mais um passo para do relaxamento das medidas de contenção da covid-19.

Um mês depois de as primeiras quarentenas serem suspensas no país, o avanço de quatro bairros ao terceiro de cinco níveis do plano de desconfinamento representa um passo adiante na abertura seletiva estabelecida pelo governo do presidente Sebastián Piñera.

“Isto é um passo a passo, pode ser um passo adiante ou atrás. Damos mais liberdade, mas pedimos mais responsabilidade”, afirmou o ministro da Saúde, Enrique Paris, durante o balanço diário sobre a evolução da pandemia.

A nova medida permitirá saídas às ruas durante toda a semana, embora o toque de recolher noturno seja mantido em todo o país.

Prevê, ainda, a abertura de bares e restaurantes em calçadas ou terraços, o funcionamento de cinemas, teatros, pubs e boates com capacidade limitada, bem como o funcionamento de academias de ginástica ou atividades esportivas ao ar livre com até 25 pessoas.

A norma começará a valer na terça-feira e também permite a abertura de estabelecimentos de ensino via solicitação dos prefeitos e com respeito a medidas sanitárias. As reuniões sociais serão ampliadas a até 50 pessoas.

Além dos quatro bairros da capital que avançarão no desconfinamento, a medida se estende a outra localidade da região metropolitana e a duas na vizinha região de Valparaíso. As autoridades pediram responsabilidade dos cidadãos nesta nova etapa.

O Chile alcançou neste domingo 409.974 casos do novo coronavírus, após reportar 1.966 novos contágios nas últimas 24 horas (dentro da média das últimas semanas). Além disso, registra 11.244 óbitos, sendo 63 desde a véspera.

Enquanto algumas regiões observam uma reabertura, as autoridades chilenas anunciaram novas quarentenas no centro-sul do país, e um novo recorde de realização de testes PRC (com swab) nas últimas 24 horas de 34.769 exames, totalizando 2,4 milhões.

Informou-se também a flexibilização das restrições à circulação a idosos maiores de 75 anos, que até agora deviam permanecer em casa e só podiam sair com permissões especiais. Os que moram em locais em quarentena agora terão duas horas pela manhã e outras duas à tarde para sair, sem precisar de permissão, às segundas, quintas e sábados.

O Chile permanece em estado de exceção por catástrofe e suas fronteiras estão fechadas.

Foto aérea mostra pessoas caminhando em uma rua de pedestres em Santiago, após o relaxamento de medidas restritivas para conter a covid-19 em 17 de agosto de 2020.

AFP/Arquivos / MARTIN BERNETTI

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *