Itajaí

Campanha Nacional: Crianças e adolescentes podem ser vacinadas até 30 de novembro

Continuam até 30 de novembro as Campanhas Nacionais de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação. A Secretaria de Saúde de Itajaí reforça o pedido aos pais e responsáveis para que levem as crianças e adolescentes para atualização da caderneta de vacinas. Todas as unidades estão abertas para vacinação das 8h às 17h.

O objetivo da campanha de multivacinaçãoé diminuir a incidência, eliminar ou erradicar doenças imunopreveníveis, como BCG, Hepatite B, poliomielite, tétano, coqueluche, meningite, entre outras. Crianças e adolescentes de até 15 anos devem ir até à unidade para verificar se as vacinas estão em dia.

Já na Campanha Nacional de Vacinação Contra Poliomielite, os pais devem levar as crianças de um ano a menores de cinco para receberem as gotinhas contra a paralisia infantil. Em Itajaí, a meta é imunizar 14.857 mil crianças e, até momento, 11.439 crianças (77%) compareceram.

“Os pais e responsáveis devem levar as crianças para receberem a dose da vacina contra a Poliomielite. Todas as crianças dessa faixa etária devem ser imunizadas, mesmo aquelas que estão com as vacinas em dia”, ressalta a gerente de imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, Juliana de Oliveira Gastmann.

É necessário apresentar a caderneta de vacinação e documento de identidade. Ao sair de casa é obrigatório o uso de máscara de proteção.

O que é a poliomielite?
A poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes ou com secreções eliminadas pela boca das pessoas infectadas. A doença pode causar paralisia e até mesmo a morte.

Quando os sintomas surgem são brandos, e podem ser facilmente confundidos com uma gripe, como febre, dor na garganta e cabeça, vômitos, mal-estar, dor nas costas ou rigidez muscular e meningite. Em casos graves, a infecção leva à poliomielite paralítica. Alguns dos sinais são os mesmos, mas ela evolui para fortes dores musculares e flacidez nos membros. 

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *