Política

Ada defende aumento da testagem contra coronavírus para isolamento inteligente

Deputada propõe audiência pública em reação ao aumento de casos, além do planejamento para aplicação de vacina assim que liberada.

O aumento da testagem contra o coronavírus para a população catarinense foi proposto pela deputada estadual Ada Faraco de Luca (MDB), durante a sessão desta terça-feira (24), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Com a informação mais correta sobre as pessoas que eventualmente estiverem doentes, seria possível um isolamento social mais inteligente, completou Ada. A parlamentar também sugeriu a realização de uma audiência pública para discutir a estratégia de enfrentamento da doença.


Ada citou números oficiais da Secretaria de Estado da Saúde, que apontam a realização de apenas 513 mil testes PCR e 225 mil rápidos na rede pública, diante de uma população total estimada em 7 milhões de catarinenses. “Defendo que seja realizada uma testagem em massa. Com base nisso, poderemos realizar um isolamento social inteligente. Não adianta mandar fechar tudo novamente. As pessoas não vão mais respeitar. Não adianta um ficar fingindo para o outro que está fazendo a sua parte. Com base na testagem, podemos manter em isolamento quem está doente, assim como as pessoas dos grupos de risco”, apontou Ada, citando a possibilidade de uso dos testes que estão em estoque, prestes a vencer, conforme informação do noticiário nacional.


Ada também sugeriu a realização de uma audiência pública com representantes das esferas municipais, estadual e federal, além de entidades hospitalares e da sociedade organizada. “Temos muito assunto para conversar. Precisamos de recursos, de estratégia e de planejamento. Temos que organizar medidas em geral de proteção, o processo de vacinação, não podemos deixar isso para depois”, disse Ada.

A deputada concorda que o assunto é desgastante, mas que o esforço conjunto é fundamental para o combate à doença. “Todos estamos muito cansados, estressados, mas precisamos da união e de um pouco mais de esforço. Temos notícias promissoras sobre o avanço das vacinas, sobre os caminhos que vão nos tirar desta grande crise. Esse é o meu apelo, enquanto deputada, mas também enquanto mãe, avó, cidadã que ouve e que sente as pessoas clamando por ajuda e pelo bem mais precioso que nós temos, que é a vida”, afirmou.  

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *