Infraestrutura

Aberto o seminário “Obras Públicas: BIM Experience”

Teve início na manhã desta segunda-feira, 30 de novembro, o seminário “Obras Públicas: BIM Experience”, promovido pela ConTreinamentos.

Durante a abertura do evento, que é 100% on-line, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, destacou a importância da nova modelagem para o setor de obras trazendo mais celeridade, mais acurácia na projetização e mais integração e precisão na troca de informações. “O BIM é mais que uma ferramenta, é um processo de modelagem fundamental que irá nos trazer importantes resultados, principalmente no contexto atual, quando o governo federal está preparando uma avalanche de investimentos em infraestrutura”.

Segundo o ministro, o BIM chegou para ficar e despertou o interesse do setor público, sendo já utilizado inclusive em empreendimentos de grande porte, como a ponte Anita Garibaldi, em Laguna (SC), que teve seu projeto desenvolvido na nova modelagem e cuja obra foi entregue dentro do prazo estabelecido.

Em sua palestra de abertura, o ministro também traçou um panorama positivo dos investimentos previstos para os próximos anos nos diversos modais. “Estamos conduzindo o maior programa de infraestrutura de nossa história”, afirmou Tarcísio Freitas. De acordo com o ministro, o governo vai fechar o ano com 90 obras públicas e 100 em andamento. Além disso, a meta é atrair R$ 300 bilhões de investimentos privados nos próximos anos. “Precisamos fechar as lacunas existentes e aumentar a produtividade do país”, ressalta.

Contratação de obras públicas – Para o engenheiro, procurador do Estado do Paraná e coordenador técnico do evento, Hamilton Bonatto, que também participou dos debates na manhã deste primeiro dia de seminário, o BIM é uma solução para as obras públicas.

Durante sua palestra “Contratação de obras públicas: da prancheta ao Building Information Modeling”, o engenheiro apresentou as principais características do BIM; os pilares da metodologia BIM na administração pública; e as possibilidades e vantagens práticas da ferramenta. “O BIM é a junção de informações de todo o ciclo de vida de uma obra e que remete ao resultado final do empreendimento”, explica Bonatto.

O evento, que será realizado até o dia 3 de dezembro, contará também com a participação de vários outros especialistas, como Leonardo Tavares, gerente de Contas na Bentley Systems; Pablo Garrido, engenheiro eletricista especialista em Engenharia da Computação; Pedro Virmond Moreira, arquiteto e sócio-diretor na Tecverde Engenharia; Silvia Rolim de Moura, arquiteta e urbanista, especialista em Construção de Obras Públicas; e Alexander Justi, consultor e presidente na Câmara Brasileira de BIM (CBIM).

Participam também do seminário o engenheiro especialista no Grupo Ad Hoc Compras Governamentais do Comitê Estratégico de BIM do MDIC, Rafael Fernandes; o engenheiro e auditor do Tribunal de Contas da União, André Baeta; a engenheira, arquiteta e Analista de Infraestrutura na Secretaria Nacional de Aviação Civil, Isabella Guimarães; e Anderson Alvarenga, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *