TJSC

Racismo e outras formas de preconceito serão debatidos por grupo de trabalho do PJSC

O Grupo de Trabalho Diversidades, criado pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid), promoverá sua primeira reunião de 2021, de forma virtual, no dia 22 de janeiro às 10h. O GT tem o objetivo de propor a realização de ações afirmativas em relação às questões de gênero e raça e o enfrentamento da discriminação e do preconceito. A iniciativa visa orientar, capacitar e informar essas ações à sociedade e aos atores da rede de proteção e atendimento, inclusive ao sistema de Justiça.

Além disso, o grupo subsidia, em âmbito estadual, o grupo de estudos Democratizando, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que tem o propósito de debater ações para democratização do acesso à Justiça e projetos destinados ao combate à discriminação e ao preconceito.

O juiz Edison Alvanir Anjos de Oliveira Júnior, da comarca de Pomerode, é o coordenador do grupo, formado por magistrados, pesquisadores e servidores. No fim do ano passado, o GT fez a leitura conjunta da introdução e dos primeiros capítulos do livro “Memórias da Plantação”, de Grada Kilomba. Estudar a compilação de episódios cotidianos de racismo, escritos sob a forma de pequenas histórias psicanalíticas, foi o primeiro passo no letramento racial dos integrantes.

Em novembro, houve uma roda de conversas sobre o racismo estrutural, com a participação da professora PhD Karine de Souza Silva. Foi nesta oportunidade que surgiu a ideia da criação do grupo de estudos e a perspectiva de elaborar um plano de trabalho para abordar questões étnico-raciais e de gênero.

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI

Responsável: Ângelo Medeiros – Reg. Prof.: SC00445(JP)

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *