Itajaí

Município reforça ações de prevenção à dengue nos cemitérios

Com a proximidade do Dia de Finados, a Secretaria de Saúde de Itajaí, por meio da Vigilância Epidemiológica e do Programa de Controle da Dengue, reforça, nesta semana, as ações de prevenção à dengue nos cemitérios do município. O objetivo é orientar a população e evitar o surgimento de criadouros do mosquito Aedes aegypti. Na quarta-feira (01), a partir das 8h, agentes de endemias promovem uma ação educativa no Cemitério do Espinheiros. Serão instaladas placas de orientação e os profissionais vão entregar informativos aos moradores com dicas para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue nos cemitérios. A ação tem apoio da Coordenadoria de Trânsito (Codetran), que confeccionou as placas e fará a instalação no local. Durante o Dia de Finados, na quinta-feira (02), das 9h às 13h, os agentes de endemias estarão orientando a população que passar pelo Cemitério da Fazenda, distribuindo material informativo sobre a data. As atividades continuam na quarta-feira (08), quando a equipe retorna ao Cemitério da Fazenda para retirar recipientes que possam acumular água. “Os cemitérios de Itajaí são visitados e monitorados a cada 15 dias. Os agentes de endemias fazem uma varredura à procura de focos do Aedes aegypti. Este ano, o Cemitério da Fazenda já apresentou focos positivos, por isso vamos reforçar o trabalho de orientação à população”, comenta o coordenador do Programa de Controle da Dengue de Itajaí, Lúcio Vieira. Vieira esclarece que existe uma legislação que proíbe o uso de vasos que acumulem água parada, porém a lei não proíbe a venda desses materiais pelas floriculturas. “Pedimos à população que vai visitar seus entes queridos para que fique atenta e não deixe pratinhos ou embalagens plásticas que acumulem água. E também que substituam as flores naturais por artificiais, que não necessitam de água e tem uma maior durabilidade”, orienta. A equipe de manutenção dos cemitérios já recebeu orientações do município sobre os cuidados que deve ter com os recipientes deixados. Outra preocupação foi com as caixas d’água disponibilizadas pelo Semasa para que a população possa fazer a limpeza dos túmulos. Neste ano, os materiais não poderão ficar nos cemitérios mais do que uma semana, evitando se tornar depósito para proliferação do Aedes aegypti.

Confira dicas para a limpeza e manutenção dos túmulos nos cemitérios:

– Ao lavar os túmulos, troque a água dos vasos por terra ou areia;
– Observe se há locais com acúmulo de água e elimine-os;
– Prefira flores artificiais ou plantadas em vasos com terra (sem prato para aparar água);
– Retire as embalagens plásticas que acompanham os vasos de flores;
– Jogue no lixo os recipientes usados na limpeza dos túmulos;
– Coloque areia ou terra em locais do túmulo que possam acumular água;
– Retire os suportes que represam água nas capelas para queima de velas;
– Floreiras de concreto devem estar furadas, para permitir escoamento da água.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *