Notícias

CRAS 2 INICIA SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS

Histórias, superação e sonhos definem o perfil de quem participa do Serviço de Convivência e fortalecimento de vínculos que iniciou recentemente no CRAS 2 (Centro de Referência de Assistência Social).  O foco é a população de baixa renda que é encaminhada por profissionais do PAIF- Programa de Atenção Básica à Família para que sejam integrados nos grupos. De acordo com a diretora de Proteção Básica, Nilcenéia Scalvin Motta, trata-se de um incentivo a socialização e convivência comunitária. “Aqui os participantes são monitorados por profissionais especializados e são encaixados nos grupos de convivência. Nestes grupos os usuários são motivados pela técnica de convivência, a pedagoga Claudia Maria de Oliveira, a desenvolver atividades e ações específicas, pautadas nas demandas de cada faixa etária e conforme a necessidade de cada integrante”, destacou a diretora. O psicológo Wandre da Rosa explica que os encontros acontecem três vezes na semana e participam crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Neste primeiro momento participam uma média de 45 pessoas. “ É um trabalho social com as famílias, aqui nos grupos, os participantes recebem todo o apoio e condições de integração, proteção e recuperação. O serviço de convivência contribui para as boas relações familiares e comunitárias, despertando motivações e novos propósitos de vida que vão contribuir na emancipação social,” explicou o psicólogo.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *