Navegantes

PROTOCOLO ESPECIAL ATENDE MAIS DE 100 PACIENTES COM FIBROMIALGIA

Um protocolo especial de tratamento atende mais 100 mulheres com Fibromialgia. Num período de 5 meses a equipe do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família promove encontros semanais com psicólogos, fisioterapeutas, nutricionista, enfermeiro e farmacêutico. A fisioterapeuta e coordenadora do CEFIR e do NASF, Aline Vieira, explica que no final do tratamento as pacientes são convidadas a participarem do GRUPÃO, nome dado ao encontro mensal que acontece sempre na última sexta feira do mês. “Iniciamos mais um grupo e as atividades vão continuar no decorrer do ano. O objetivo desses grupos é orientá-las de como lidar melhor com a dor, uma oportunidade de ter detalhadamente a explicação sobre a tão temida FIBROMIALGIA. As pessoas que têm este diagnóstico podem procurar o médico da Unidade de Saúde para fazer o encaminhamento ao NASF,” orientou a fisioterapeuta. Os pesquisadores acreditam que a Fibromialgia é uma síndrome causada por um descontrole de como o cérebro processa a dor. A genética, doenças autoimunes, depressão e ansiedade estão envolvidas nas causas da fibromialgia e alguns sintomas são dores generalizadas, fadiga, dor de cabeça, intestino irritável, dormência e formigamento. A paciente Rosilene Nascimento conta que quando está em crise, dói o corpo inteiro. E afirma que o melhor analgésico é a oportunidade de fazer parte deste grupo. “Aqui os profissionais nos orientam, nos confortam e nos apoiam,” disse. A proposta é ir além do diagnóstico e ajudar os pacientes do grupo de dor crônica no tratamento – por meio de informação, orientação e terapias que permitam uma melhora significativa na qualidade de vida.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *