Balneário Camboriú

Quatro Unidades de Saúde já contam com atendimento até as 22h

Buscar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde de Balneário Camboriú está mais fácil. Metade das unidades já ficam abertas até as 22h. A medida visa atender principalmente quem trabalha em horário comercial e não podia buscar atendimento nas unidades básicas, que fechavam às 18h. Esses pacientes acabavam indo para o Pronto Atendimento da Barra ou Pronto Socorro no Hospital Municipal Ruth Cardoso.

O horário estendido iniciou em junho de 2018 nas Unidades de Saúde dos bairros Nações e Vila Real e, em outubro, no Ariribá e na Barra. Já foram realizados 8.346 atendimentos, sendo que o local com maior demanda é o Bairro das Nações, que totalizou 3465 atendimentos.

Das 19h até as 22h, uma equipe formada por médico, técnico de enfermagem e enfermeiros faz o acolhimento da demanda espontânea e realiza consultas de enfermagem aos pacientes com dores agudas. Além disso, todos os encaminhamentos para especialistas, como pediatras e ginecologistas, passam por avaliação do enfermeiro ou clínico geral.

“Essa ampliação no horário de atendimento está sendo muito positiva. Porém, é preciso a mudança de hábito da população, para que procurem o Pronto Atendimento e o Pronto Socorro somente em casos de urgência e emergência, contribuindo com que esses espaços não fiquem superlotados. Nos demais casos, os pacientes devem procurar as unidades de saúde que estão preparadas para atender as demandas, ressaltou a secretária de Saúde, Andressa Hadad.

Em 2018, dos 83.558 atendimentos realizados no Ponto Socorro do Ruth Cardoso, 69,71% tiveram classificação verde, ou seja, eram casos pouco urgentes, que poderiam ter sido atendidos em Unidades Básicas de Saúde.

Além disso, outra novidade nas unidades de saúde é que o paciente não precisa mais pegar ficha para consulta. O atendimento é realizado conforme a demanda da população. Somente consultas com especialistas é preciso agendar atendimento, porém o agendamento é feito pela própria equipe de enfermagem, sem necessidade de pegar ficha.

Veja quais atendimentos são oferecidos até as 22h

Nas Unidades Básicas de Saúde são oferecidos atendimentos em situações não agudas, de risco baixo ou moderado:

Risco baixo: situação que precisa ser manejada no mesmo dia pela equipe levando em conta o risco biológico e a vulnerabilidade e psicossocial. O manejo poderá ser feito pelo enfermeiro e/ou médico dependendo da situação. Ex: tosse sem sinais de risco, dor lombar leve, renovação de medicamento de uso contínuo, usuário que não conseguirá acessar o serviço em outro momento.

Risco moderado: necessita de intervenção breve da equipe, podendo ser ofertada inicialmente medidas de conforto pela enfermagem até a nova avaliação do profissional mais indicado para o caso. Ex: Crise asmática leve e moderada, febre sem complicação, gestante com dor abdominal, usuários com suspeita de doenças transmissíveis, pessoas com ansiedade significativa, infecções orofaciais disseminadas, hemorragias bucais espontâneas ou decorrentes de trauma, suspeita de violência.

Também é realizada orientação específica sobre as ofertas da unidade, adiantamento de ações previstas em protocolos (ex: teste de gravidez, imunização, renovação de receita, retorno de exame); e agendamento de intervenções.

Quando procurar o PA da Barra ou o Hospital Municipal Ruth Cardoso

Alto risco de vida: necessita de intervenção da equipe no mesmo momento, obrigatoriamente com a presença do médico. Ex: Parada cardiorrespiratória, dificuldade respiratória grave, convulsão, rebaixamento do nível de consciência, dor severa.

________________________

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *