Piçarras

Ampliação da Avenida Beira-Mar é inclusa no projeto para certificação Bandeira Azul

Caso aprovado, Balneário Piçarras terá 3,35km de praia certificada pelo programa, o que representa mais de 50% de toda a orla da cidade.

O trecho certificado pelo programa Bandeira Azul em Balneário Piçarras poderá ter o dobro da extensão no próximo verão. O município que mantém a certificação por dois anos consecutivos, incluiu no projeto piloto cerca de 1,7km a mais para a temporada 2020/2021. A extensão incluída neste projeto corresponde ao trecho que está sendo ampliado da Avenida José Temístocles de Macedo (beira-mar), no sentido norte.

Caso aprovado, Balneário Piçarras terá 3,35km de praia certificada pelo programa, o que representa mais de 50% de toda a orla da cidade, além de poder se tornar a maior extensão de praia do Brasil com o selo Bandeira Azul – observando as praias certificadas na temporada 2019/2020.

O novo trecho incluído no projeto piloto segue até a altura da Rua 3750, onde estão ocorrendo as obras de abertura da via. Os novos cerca de 1,7km contarão com pavimentação da via em paver, vias de uso específicas para pedestres e ciclistas com ciclofaixa, passeios com acessibilidade em ambos os lados, sendo do lado oeste com paver e do lado leste em deck de madeira com mobiliário urbano, passarelas, nova iluminação com fiação subterrânea e bolsões de estacionamento.

“Os investimentos em infraestrutura que irão acontecer na Beira-Mar dão condições para a ampliação do Bandeira Azul para o local. Iniciaremos em breve as análises de balneabilidade e já estudamos adequações necessárias para atender os critérios do programa”, explicou o Presidente da Fundação do Meio Ambiente (FUNDEMA), Marcos Zaleski.

O estudo ambiental realizado pela Acquaplan Tecnologia e Consultoria Ambiental revelou que a obra auxiliará a proteção da restinga, estimulando sua função protetora da costa, cumprindo com os critérios de sustentabilidade solicitados pelo Bandeira Azul.

“O modelo proposto garantirá a proteção e recuperação da restinga, através de uma delimitação física de vegetação com passarelas elevadas, além da remoção de espécies invasoras e reposição de mudas de restinga nativa nos trechos”, explicou o presidente da Fundação do Meio Ambiente, Marcos Zaleski.

Bandeira Azul

A Bandeira Azul oferece a garantia ao banhista sobre a qualidade ambiental, segurança, infraestrutura acessível e o rígido controle de balneabilidade da praia. O Programa Bandeira Azul é uma iniciativa da FEE (Foundation for Environmental Education) que conta hoje com apoio de diversas instituições internacionais e é operado no Brasil pelo Instituto Ambientes em Rede.

Os critérios para avaliação de uma praia no Programa Bandeira Azul são: educação e informação ambiental, qualidade da água, gestão ambiental, segurança e serviços. Ao todo, são 34 critérios avaliados pelos comitês nacional e internacional. Além disso, é necessário que o local obtenha a infraestrutura adequada para o recebimento de visitantes.

Share:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários estarão marcados com *