Lagoa da Conceição: “Trato Pela Lagoa” ultrapassa a marca de 500 inspeções com irregularidades em 88% dos imóveis

O Trato Pela Lagoa chegou a 504 inspeções de esgoto na Lagoa da Conceição, sendo que 463 imóveis apresentaram algum tipo de irregularidade. Apenas 63 imóveis estavam completamente dentro das normas hidrossanitárias durante a primeira vistoria ou já se regularizaram, o equivalente a 12% dos inspecionados.

Em dois meses de atuação, o programa ambiental da Casan, realizado em parceria com a Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF), constata que a principal irregularidade envolve geralmente caixa de gordura, com 447 casos, seja pela ausência do dispositivo ou do sifão ou ainda por problemas de dimensionamento.

Mas outros danos ambientais também são constatados, como a conexão somente parcial à rede coletora de esgoto (em 130 imóveis) e a canalização da água pluvial ligada à rede de esgoto em vez de ligada à drenagem (32 imóveis). Seis imóveis cometiam crime ambiental grave, com seus esgotos conectados na rede pluvial.

Os números são atualizados semanalmente no site tratopelalagoa.com.br.

O programa – Formatado no ano passado e lançado no início de fevereiro de 2021, o Trato Pela Lagoa é um programa de inspeções sanitárias, educação ambiental e mobilização social voltado exclusivamente à região da Lagoa da Conceição, em Florianópolis.

Realizado pela Casan, em parceria com a PMF, o projeto tem como objetivo, a partir de uma abordagem que mescla vistorias e ações de conscientização, regularizar o saneamento básico e contribuir para a melhoria ambiental da Lagoa da Conceição. A execução é da Tec Civil Construções.

O Trato Pela Lagoa tem sede instalada na Rua Altenor Viêira, n. 132, aberta à população. O telefone para contato e agendamento de inspeção é (48) 3209-4929 (WhatsApp).

Fotos: Tito Pereira/Trato Pela Lagoa

Sair da versão mobile