Perigo em Navegantes: Sáude alerta sobre o risco do escorpião amarelo

A Secretaria de Saúde de Navegantes por meio da Vigilância Ambiental e Epidemiológica intensifica o combate ao escorpião amarelo no município e alerta sobre os cuidados para evitar a proliferação deste aracnídeo. Em Navegantes existem registros do escorpião amarelo, principalmente no bairro de Machados e São Pedro.

Os escorpiões proliferam nas frestas das pedras, barrancos, em paredes e muros mal rebocados, madeira empilhada, entulhos, ralos e forros e gostam muito de umidade, pouca luz e alimentam-se de insetos (principalmente de baratas), durante o dia o aracnídeo desaparece em esconderijos escuros e úmidos.

A coordenadora da Dengue, Amanda Rodrigues das Chagas, explica que o perigoso escorpião amarelo (tityus serrulatus) procura alimento à noite e utiliza-se do ferrão venenoso para defesa.

“É preciso ficar atento ao veneno do escorpião. O efeito da picada pode levar à morte. O incidente pode ser leve, moderado ou grave e a análise dos sintomas deverá ser feita no Hospital, o único lugar que possui soro antiescorpiônico, utilizado para combater o veneno do escorpião,” informou.

Em caso de picada do animal, lavar com água e sabão e buscar atendimento médico. A população pode ligar para o SAMU (192) para conduzir ao atendimento de emergência. É importante levar o escorpião para a identificação da espécie e também para facilitar na hora do atendimento.

Captura do escorpião

Os técnicos da Vigilância Ambiental e Epidemiológica são treinados para fazer a coleta manual à noite e com uma lanterna de luz ultravioleta os escorpiões são capturados.

Os escorpiões são resistentes aos venenos e permanecem longos períodos sem alimentar-se e movimentar-se, por isso, a dificuldade do combate. Sendo assim, a melhor forma de combater é por meio da coleta no período noturno pelos técnicos que foram treinados para a captura. A população pode contribuir para evitar a proliferação, mantendo as casas e quintais limpos, evitando lixo doméstico e acúmulo de entulhos.

“A Secretaria de Saúde alerta sobre a importância de manter os ambientes limpos. Locais com acúmulo de lixo e entulho têm a presença de insetos que servem de alimento para o escorpião,” ressaltou a coordenadora.

A equipe de técnicos pode ser acionada também para atendimento em toda a cidade. O cidadão ao encontrar um escorpião no quintal de casa, a recomendação é procurar informação na Vigilância Ambiental e Epidemiológica no telefone 3349.0580 ou no prédio anexo ao Posto de Saúde Central – setor responsável pela prevenção de acidentes, inspeção e capturas.

Sair da versão mobile