“Arrastões”: Porto Belo alerta para cuidados no mar durante pesca da tainha

“Arrastões”: Porto Belo alerta para cuidados no mar durante pesca da tainha

O período da pesca artesanal da tainha iniciou no dia primeiro de maio e segue até o dia 31 de julho. Neste tempo em que os pescadores permanecem nas praias e capturam os peixes através dos famosos “arrastões”, alguns cuidados precisam ser tomados no mar, principalmente nas proximidades da faixa de areia.

O Governo do Município de Porto Belo alerta a população sobre a Lei Nº 2306/2015, que proíbe a prática de esportes náuticos e limita a navegação de embarcações de lazer a menos de 800 metros da arrebentação das praias e 80 metros dos costões. Através da Lei, durante o período de pesca da tainha, fica proibida a prática de esportes náuticos na Praia do Perequê, local com maior incidência de pescadores artesanais de tainha e onde estão localizados os ranchos de pesca.

O prefeito de Porto Belo Emerson Stein destaca que as normas buscam proteger e incentivar a pesca artesanal. “Precisamos estar atentos às regras para este período de pesca, para proteger e incentivar a nossa tradição. O período da pesca da tainha é curto e neste tempo, vamos apoiar nossos pescadores artesanais sendo conscientes. Pedimos às pessoas que respeitem a Lei em vigor” – destaca o prefeito.

A Lei 2306/2015 é de autoria do então vereador e hoje vice-prefeito, professor Elias Cabral. A Lei também trata das embarcações da pesca industrial, que devem respeitar os prazos e limites determinados pelos órgãos superiores. 

CATEGORIA
Compartilhar com

Comentário

Disqus ( )