Economia “Acelerada”: Complexo Portuário de Itajaí atinge marca histórica na movimentação de toneladas

Economia “Acelerada”: Complexo Portuário de Itajaí atinge marca histórica na movimentação de toneladas

O Complexo Portuário de Itajaí permanece em evidência após registrar um aumento de 54%, no mês de maio, na movimentação de toneladas em relação ao mesmo período do ano anterior. A marca atingida é a melhor movimentação já registrada na história do complexo. Os números apontam 1.842.647 toneladas em cargas contra 1.194.226 toneladas contabilizadas em 2020. A margem direita (porto público e APMT) também obteve crescimento significativo no período.

Na movimentação de contêineres, a APM Terminals (empresa) se destaca com um crescimento de 12%. A empresa arrendatária do Porto de Itajaí (berços 01 e 02) registrou uma movimentação de 51.293 TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés) contra 45.646 no comparativo com o mês de maio do ano anterior. Especificamente no mesmo mês, foi registrada uma movimentação expressiva em termos de toneladas, totalizando 580.820 – um crescimento de 18% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram contabilizadas 491.967 toneladas.

A movimentação acumulada deste ano (janeiro a maio) na margem direita do complexo portuário, que corresponde ao porto público (berços 03 e 04) e aos berços da APM Terminals, obteve um acréscimo de 9% na comparação com 2020. O resultado foi de 2.621.546 toneladas e 168 escalas contra 2.398.329 toneladas em 202 escalas no mesmo período do ano anterior.

“Um dos motivos que geraram este movimento excepcional, é a excelência das operações portuárias no nosso complexo. Quando em um mês aumenta 54% na tonelagem de cargas movimentadas, isso demonstra que os importadores e exportadores nos escolheram pela eficiência no porto. Mesmo já estando com uma alta ocupação conseguimos melhorar as operações, sendo mais eficientes e mais rápidos”, ressalta o superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

Além dos seguidos recordes na movimentação de cargas, a participação do Porto de Itajaí em relação aos índices econômicos na corrente de comércio (soma de importações e exportações) foi responsável por um crescimento de 4,2% no Brasil e 60,7% em Santa Catarina.

Nova bacia de evolução completa 500 manobras

A nova bacia de evolução do Complexo Portuário de Itajaí, responsável por devolver a competitividade e resgatar o desenvolvimento econômico da região, completou na sexta-feira (18) a 500ª manobra de navio. A marca foi alcançada com o navio MSC Caterina, de 299,95 metros de comprimento por 48,2 de largura. O primeiro giro na nova bacia ocorreu em 16 de janeiro de 2020.

A estrutura foi essencial para que gigantes como este pudessem ser vistos com maior frequência no complexo portuário. A nova bacia de evolução ampliou o acesso para 350 metros de largura e possibilita a entrada e saída de navios de até 306 metros de comprimento no período noturno.

A bacia também resolveu um problema antigo do complexo: anteriormente era necessário que um navio aguardasse o outro finalizar a operação para poder manobrar, já que os berços dos dois lados do rio tinham que estar livres devido às restrições de giro.

CATEGORIA
Compartilhar com

Comentário

Disqus ( )