De Frente com “Claudinha”: Minha Relação com a Moda

De Frente com “Claudinha”: Minha Relação com a Moda

Para muitas pessoas, estar na moda é essencial. Para outras, faz mais sentido inventar a própria moda e ser feliz. O estilo que escolhemos seguir talvez não esteja mais em alta, mas, se nos torna confortáveis com quem somos e com a nossa aparência, então essa é a moda ideal!

A moda e o estilo não são inimigos e podem ser usados para transformar a imagem que fazemos sobre nós e sobre os outros. As frases sobre moda e estilo são importantes para ampliar seus horizontes e rever seus conceitos. Mergulhe no seu guarda-roupa e ouse respeitar a sua essência com o estilo que mais combina com você!

Transforme a moda em sua melhor amiga e sinta sua vida melhorar. Ultrapasse as barreiras que a moda impõe. Crie looks que você gosta de usar, que te fazem sentir bem consigo mesmo. Isso também é fazer moda. Eu costumava falar que ainda na barriga da minha mãe, eu já usava jaquetas de “Paête e tênis Allstar”, (risos)… Impressionante a maneira como eu inspiro as pessoas, como influencio elas com meu estilo, não penso que tenho esse fascínio pela moda por ser MODELO, por que como já disse, ainda na barriga da minha mãe eu já tinha estilo próprio.

Eu realmente acredito que todos nós devemos nos vestirmos bem, ser estilosas, influenciar aos outros, isso é maravilhoso para a alto estima de qualquer mulher.

Moda Inclusiva, o que a sociedade quer dizer com isso?

Mais uma vez eu torno a repetir, a insistir – o seu estilo é você quem faz. O modo de como você vai se vestir é você quem sabe, você pode tudo o que quiser mesmo estando numa cadeira de rodas ou sendo portador de outras deficiências; você pode ter seu próprio estilo e usar sim, aquilo que estar na moda, aquilo que te faz sentir bem, aquilo que te faz sentir bonita, quem foi que disse que temos que ter uma moda inclusiva?

Quem inventou essa besteira sem noção? Eu juro que gostaria de saber. Por que somos cadeirantes deficientes não podemos escolher nosso próprio estilo? Nossa própria moda? Eu sou grande entusiasta da moda, sempre quero tudo que está em alta no mercado da moda. Não existem looks feios, existem looks que não combina com nossas personalidades. Quando as pessoas entenderem isso, compreenderão o que é fazer moda.

Lembre-se: não existe peça de roupa capaz de mudar o mundo, quem muda o mundo é você!

Vista o que te faz sentir bonita confortável e tenha sua própria personalidade. Moda vai muito além de uma simples peça de roupa, moda consegue traduzir o que somos por dentro para que todos possam ver de fora. Quando você finalmente encontrar seu estilo tudo em volta parece brilhar. É como se cada peça de roupa fosse feita sob medida para você.

A moda é uma forma de transmitir mensagens, você pode transmitir mensagens sobre quem você é e sobre o que você gosta. Mas também pode transmitir mensagens sobre quem você ama e respeita. Use a moda para lutar por melhores condições de vida e para fazer a sua voz ser ouvida por todo mundo.

Ouse, seja exagerada, chegue chegando, brilhando! Afinal foi para isso que viemos a esse mundo, para mostrar quem somos e para que viemos. E por fim, moda não é sobre o preço estampado nas etiquetas; é sobre ter a sua essência estampada na cara da sociedade e dizendo que você pode ser o que quiser, onde quiser a hora em que quiser.

Essa tal moda inclusiva é só mais um meio de preconceito de querer nos barrar no mundo onde podemos “ser tudo aquilo que quisermos ser”.

Ouse, seja mesmo exagerada porque a moda tá aí para todos nós que temos estilo e vontade de usarmos o que quisermos usar!


Texto: claudinha Sousa
Instagram: @claudinhasousadino
E-mail: claudinhasousadino1978@gmail.co

CATEGORIA
Compartilhar com

Comentário

Disqus ( )